Filmes

Notícia

Milos Forman, diretor de Um Estranho no Ninho e Amadeus, morre aos 86 anos de idade

Cineasta da República Checa faleceu "calmamente ao lado de seu família e amigos mais próximos"

Arthur Eloi
14.04.2018
10h58
Atualizada em
15.04.2018
11h31
Atualizada em 15.04.2018 às 11h31

Milos Forman, o diretor por trás de clássicos como Um Estranho no Ninho (1975) e Amadeus (1984), faleceu na última sexta-feira (13) nos Estados Unidos. Ele tinha 86 anos de idade. A informação é da Variety. Martina Zborilova, esposa do cineasta, afirmou que "sua partida foi calma, e ele estava rodeado por toda sua família e seus amigos mais próximos".

Nascido na República Checa em 1932, Forman começou sua carreira com aclamados filmes em seu país natal durante a década de 1960, como Os Amores de uma Loira (1965) e O Baile dos Bombeiros (1967). Seu primeiro filme nos Estados Unidos, Procura Insaciável (1971), teve uma recepção morna no país mas deu ao cineasta a oportunidade de adaptar o romance "Um Estranho no Ninho", de Ken Kesey.

O longa de mesmo nome, estrelado por Jack Nicholson em 1975, foi tão bem sucedido que fez a limpa no Oscar daquele ano, levando na mesma noite os prêmios de Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Atriz, Melhor Ator e Melhor Roteiro Adaptado - algo que não acontecia na história da premiação desde 1934, com Aconteceu Naquela Noite de Frank Capra. Após Um Estranho no Ninho, Forman também comandou longas como Hair (1979) e Na Época do Ragtime (1981).

Já em 1984 retornou à República Checa para rodar Amadeus, uma adaptação da famosa peça teatral de Peter Shaffer sobre o excêntrico músico clássico Wolfgang Amadeus Mozart. O filme, estrelado por atores de teatro relativamente desconhecidos ao grande público, não só foi um sucesso financeiro - mais até que Um Estranho no Ninho - como também fez outra limpa no Oscar: foram oito estatuetas na mesma noite, como Melhor Diretor, Melhor Filme, Melhor Ator para F. Murray Abraham, Melhor Roteiro e mais.

Forman deixa esposa, dois gêmeos do casamento atual, e outros dois filhos de um casamento passado.