Pôster do documentário Lil Nas X: Long Live Montero (Reprodução)

Créditos da imagem: Pôster do documentário Lil Nas X: Long Live Montero (Reprodução)

Filmes

Entrevista

Lil Nas X: Doc mostra “meu lado mais vulnerável”, e “isso foi aterrorizante”

Long Live Montero estreia em 4 de julho nas plataformas digitais

Omelete
3 min de leitura
30.06.2024, às 06H00.

Lil Nas X está com um frio na barriga terrível” para o lançamento do documentário Long Live Montero. Em entrevista ao Omelete, o rapper confessou que o longa - que chega para aluguel e compra nas plataformas digitais brasileiras na próxima quinta-feira (4) - mostra um lado dele infinitamente mais vulnerável do que os fãs estão acostumados a acessar.

A pessoa que vocês vão ver no documentário é totalmente separada daquela que vocês veem na internet. Não é como se fosse um dos meus posts no TikTok, em que tento fazer uma coisa de poucos segundos que seja super digerível”, comentou o artista, que tem uma presença on-line considerável (e frequentemente controversa). “Dessa vez, sou só eu fazendo as coisas normais da minha vida, mostrando que sou um ser humano - apesar de todo o meu esforço para parecer que não me importo com as coisas, que tudo na minha vida é divertido”.

Daí o tal frio na barriga, segundo ele: “A ideia das pessoas me verem como eu realmente sou me deixa nervoso, até um pouco enjoado, porque é algo muito real e normal, diferente da persona que eu uso na minha vida profissional. Mas também estou feliz que isso está aí fora no mundo, não sei... no momento em que estavam acontecendo as filmagens foi desconfortável, mas hoje me sinto feliz que aconteceu”.

Parte do filme, é claro, lida com o caminho por vezes atribulado que Lil Nas X se vê obrigado a trilhar como um artista preto e gay em uma indústria ainda preconceituosa - mas o rapper admitiu ao Omelete que a persistência desses rótulos durante sua carreira é um ponto de fricção para ele.

Eu vivo tentando afastar esses títulos de mim, lutando contra eles. Acho que é porque odeio ser definido por qualquer coisa”, comentou. “Apesar disso, sei que essas mesmas  definições são, de certa form,- as razões pelas quais eu cheguei até onde cheguei. Afinal, as pessoas precisam se relacionar comigo, ver a si mesmas em mim, para se tornarem fãs. Mas me parece que cada elogio ou crítica que vem junto com um desses rótulos se gruda em mim, e eu só quero me esticar e afastar todos isso do meu corpo”.

Os fãs podem se preparar para descobrir mais sobre o artista conforme se aproxima o lançamento do documentário Lil Nas X: Long Live Montero, que acompanha a turnê de mesmo nome, que inclusive trouxe o rapper para o Brasil em show no Lollapalooza 2023.

O longa, dirigido por Carlos López Estrada (Blindspotting) e Zac Emanuel, chega para aluguel e compra nas plataformas digitais em 4 de julho.

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.