Kirsten Dunst fala sobre apelido irritante que recebeu no set de Homem-Aranha

Filmes

Notícia

Kirsten Dunst fala sobre apelido irritante que recebeu no set de Homem-Aranha

Atriz diz que não reagiu, mas se incomodava ao ser chamada de "menina"

Omelete
2 min de leitura
06.03.2024, às 09H28.

Kirsten Dunst, que recentemente admitiu que voltaria a fazer filmes de super-heróis para pagar as contas, comentou também sobre suas experiências no set de Homem-Aranha. A atriz, que interpretou Mary Jane na trilogia de Sam Raimi, contou que recebeu um apelido que a irritava.

Segundo a atriz, algumas pessoas se referiam a ela como "girly girl", (algo como menina feminina, em tradução livre). "Era uma piada, mas as pessoas me chamavam assim, às vezes até pelos walkie-talkies. Mas eu nunca reclamei, nunca pedi para não fazerem", disse a atriz à Marie Claire.

Atualmente, Dunst se prepara para o lançamento de seu novo filme, Guerra Civil, longa de Alex Garland (Ex Machina) co-protagonizado por Wagner Moura que se passa em um futuro distópico em que os Estados Unidos estão em conflito: 19 estados se separaram da União, e há um embate entre as Forças Ocidentais do Texas e da Califórnia e o poderio militar do governo federal estadunidense. 

 

Dunst vive uma fotojornalista que precisa navegar os perigos desta nova paisagem política dos EUA ao lado de um colega interpretado por Moura. Nick Offerman (Parks & Recreation) interpreta o presidente americano, enquanto Jesse Plemons (Fargo) é um soldado que cruza o caminho dos protagonistas. 

Completam o elenco Cailee Spaeny (Priscilla) e Jefferson White (Yellowstone). Guerra Civil estreia no Brasil em 18 de abril. 

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.