Jamie Dornan diz que se "escondeu" após críticas a Cinquenta Tons de Cinza

Filmes

Notícia

Jamie Dornan diz que se "escondeu" após críticas a Cinquenta Tons de Cinza

Filme foi sucesso de bilheteria, mas foi detonado pela imprensa

Omelete
2 min de leitura
29.01.2024, às 17H49

Cinquenta Tons de Cinza foi sucesso de bilheteria e alavancou a carreira de Jamie Dornan, mas não foi o suficiente para deixar o ator tranquilo. Em entrevista à BBC Radio 4 (via Variety), o intérprete de Christian Gray disse que se "escondeu" da mídia após o filme sofrer com severas críticas da imprensa.

"Acho que me escondi", disse Dornan quando questionado sobre como processou as críticas negativas do primeiro longa. "Eu estava saindo de críticas [positivas] que alteraram minha carreira em The Fall e indicações ao BAFTA… ao ridículo."

De acordo com o astro, ele teve a ajuda da diretora Sam Taylor-Johnson para fugir dos holofotes. "Fomos até a casa de Sam e Aaron Taylor-Johnson. Eles não estavam lá. Eles nos deixaram ter o seu lugar no interior e nós meio que nos escondemos lá por um tempo e nos isolamos um pouco do mundo."

Lançado nos cinemas em 2015, 50 Tons de Cinza abordava a história da jovem Anastasia (Dakota Johnson), que se envolve com o perturbado bilionário Christian (Dornan). Sam Taylor-Johnson dirigiu o primeiro filme, que arrecadou quase US$ 570 milhões na bilheteria mundial.

Continuações da franquia foram lançadas em 2017 e 2018, terminando de adaptar a trilogia best-seller de E.L. James. Juntos, os longas faturaram mais de US$ 1.3 bilhão ao redor do mundo.

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.