James Dean será recriado digitalmente para filme sobre Guerra do Vietnã

Créditos da imagem: Divulgação/Warner Bros.

Filmes

Notícia

James Dean será recriado digitalmente para filme sobre Guerra do Vietnã

Diretores afirmam que Finding Jack terá uma “versão realista” do ator

Gabriel Avila
07.11.2019
17h55

James Dean, um dos maiores ícones de Hollywood, voltará aos cinemas 65 anos após sua morte. De acordo com o THR, o ator será recriado digitalmente para o filme Finding Jack. O longa vai abordar o abandono de mais de 10 mil cães militares após o término da Guerra do Vietnã e terá Dean como Rogan, um papel secundário na produção baseada no livro de Gareth Crocker.

O ator será recriado pela empresa canadense Imagine Engine em parceria com a sul-africana MOI Worldwide, em uma interpretação descrita como “uma versão realista de James Dean". A família concedeu uma permissão especial aos diretores Tati Golykh e Anton Ernst, que destacou a importância de um nome de peso para viver o personagem:

“Nos sentimos muito honrados que a família nos apoia, e tomaremos todas as precauções para garantir que seu legado como uma das maiores estrelas cinematográficas da história continuará firmemente intacta. A família encara esse como seu quarto filme, um que ele nunca conseguiu fazer. Não temos intenção de decepcionar seus fãs.”

Antes de falecer em um trágico acidente automobilístico em 1954, o ator James Dean atingiu o patamar de ícone de Hollywood. Graças a papéis como Jim Stark de Juventude Transviada, Dean se tornou um símbolo da rebeldia dos jovens do pós-guerra.

A pré-produção começa no próximo dia 17, com data de lançamento prevista para o Dia dos Veteranos de Guerra, tradicional feriado dos EUA.