Homem-Aranha 2099

Créditos da imagem: Marvel/Divulgação

Filmes

Artigo

Homem-Aranha no Aranhaverso | Entenda a cena pós-crédito do filme

Cena pode ter repercussão no futuro da franquia

Fábio de Souza Gomes
10.01.2019
15h31
Atualizada em
10.01.2019
15h54
Atualizada em 10.01.2019 às 15h54

Homem-Aranha no Aranhaverso conta com diversos easter eggs e é uma das animações mais divertidas dos últimos tempos. Muita gente não entendeu quem é o Homem-Aranha que aparece na cena pós-créditos, mas sua aparição pode indicar muita coisa sobre o futuro da franquia.

A pequena cena mostra o Aranha de 2099. Nesse futuro, o mundo foi dominado por corporações inescrupulosas e a polícia, que virou privatizada, beneficia apenas os ricos. É nesse mundo que Miguel O’Hara, um homem que trabalhava como chefe de um projeto de aprimoramento genético da Alchemax, altera sua estrutura molecular e vira um herói futurista.

Apesar de ter força e agilidade como a do Aranha original, ele conta com outros poderes. Ele tem garras retráteis que brotavam de suas mãos e pés, além de ter sua visão mais sensível. O fluído de teia é produzido pelo seus ante-braços e lançado naturalmente. Com uma roupa de moléculas azul de tecido ultraleve – que o ajuda a planar no vento – ele começou a combater o crime.

Na cena pós-credito, O’Hara ganha um dispositivo que o faz viajar pelos vários multiversos. De início, ele vai para a Terra 67 – em uma das melhores piadas do longa -, mas a brincadeira pode ter repercussão no futuro da franquia.

Por conta da recepção do filme, a Sony pretende fazer sequências, derivados e cogita até uma série envolvendo os heróis. Com isso, Miguel O’Hara deve ter uma importância ainda maior no futuro da franquia e é possível que ele volte como uma forma de conectar os multiversos.