Harvey Weinstein é condenado a 23 anos de prisão

Créditos da imagem: Spencer Platt/AFP

Filmes

Notícia

Harvey Weinstein é condenado a 23 anos de prisão

Ex-produtor foi sentenciado por estupro e crimes sexuais

Pablo Raphael
11.03.2020
12h28
Atualizada em
23.03.2020
10h30
Atualizada em 23.03.2020 às 10h30

O ex-produtor Harvey Weinstein foi sentenciado a 23 anos de prisão por estupro e crimes sexuais. (via TMZ). A pena é referente apenas ao julgamento na cidade de Nova York. Weinstein ainda será julgado em Los Angeles.

Antes de ouvir a sentença, Weinstein se dirigiu as acusadoras, dizendo que sente remorso por elas e por todas as mulheres. O ex-produtor também afirmou estar confuso e que está "preocupado com o que está acontecendo com os Estados Unidos".

O ex-produtor é figura central de inúmeras denúncias de assédio e estupro e foi julgado culpado em 24 de fevereiro, mas só hoje saiu a condenação. O caso foi a tribunal na cidade de Nova York e em decisão unânime, o júri sentenciou Weinstein como culpado por estupro e atos sexuais criminosos em duas de cinco acusações.

As duas vítimas em questão são Miriam Haley e Jessica Mann, mas também foram ouvidas Annabella Sciorra e Lauren Marie Young, sendo que a última processou Weinstein na cidade de Los Angeles, mas levou a acusação para Nova York como forma de dar força ao caso das outras.

Assédio em Hollywood

2017 foi marcado por diversas denúncias, que começaram com acusações contra o produtor Harvey Weinstein. Depois disso, vários outros casos vieram à tona, incluindo o de Kevin Spacey, que foi demitido de House of Cards depois disso.

No primeiro dia de 2018, 300 mulheres que trabalham em Hollywood, incluindo atrizes, diretoras, roteiristas e produtoras, formaram o Time’s Up, uma iniciativa para lutar contra o assédio sexual na indústria do audiovisual e também em áreas de trabalho manual, como mecânica, construção, etc.