Frozen 2 | Confira a descrição das cenas exibidas na D23

Créditos da imagem: Divulgação

Filmes

Notícia

Frozen 2 | Confira a descrição das cenas exibidas na D23

Continuação do sucesso da Disney estreia em janeiro no Brasil

A cozinha
24.08.2019
17h01
Atualizada em
26.08.2019
19h06
Atualizada em 26.08.2019 às 19h06

Frozen 2 exibiu algumas cenas durante o seu painel na D23. Além de um trecho que apresentava o Tenente Mathias, personagem que será dublado de Sterling K. Brown, o Tenente Mathias, foi explicado que o filme começará com um prólogo sobre os pais de Anna e Elsa sobre ouvir um chamado, uma voz que Elsa eventualmente escutará. Em seguida foi exibida a cena que retoma essa explicação:

"O trecho começa com o grupo joga charada! A cena é cheia de humor, com o Olaf imitando a Elsa, mas de repente a partida é interrompida pq Elsa - e só ela - escuta um canto do além. Elsa deixa a sala, assim como Sven e Olaf, deixando Anna e Kristoff sozinhos. Descobrimos entao que ele quer pedir ela em casamento, mas o plano não dá certo. Anna está distraída demais pensando na estranha reação da irmã. 

Anna vai atrás de Elsa para acalmá-la. Deitadas, Anna canta a música que vimos mais cedo no flashback com a mãe. As duas dormem, mas no meio da noite Elsa escuta novamente aquela voz. Ela sai do quarto e começa a cantar uma música sobre o desconhecido. Ela vai seguindo a voz, representada por uma luz azul brilhante e vai para o jardim. Lá, ela brinca com a voz e seus poderes. Transportada para um cenário todo preto, ela cria florestas, animais e tudo o que você pode imaginar. A voz eventualmente deixa Elsa sozinha, numa espécie de penhasco. No final da música, ela cria aqueles novos “flocos de neve” em formato de losango". 

Kristen BellIdina Menzel, Josh Gad Jonathan Groff reprisarão seus papéis na sequência, que terá também a volta dos diretores Chris Buck e Jennifer Lee. Em novembro, Lee afirmou que o longa mostrará as irmãs longe de Arendelle - saiba mais.

Frozen 2 estreia nos EUA em 22 de novembro de 2019 e chega ao Brasil em janeiro de 2020.