Filmes

Notícia

Filme de The Last of Us está enfrentando um impasse, diz Sam Raimi

Produtor diz que não tem controle sobre o futuro da adaptação

Marcelo Hessel
16.11.2016
20h27
Atualizada em
16.11.2016
21h02
Atualizada em 16.11.2016 às 21h02

Em entrevista ao IGN, a respeito da demora na produção do longa-metragem baseado em The Last of Us, o produtor Sam Raimi disse basicamente que a responsabilidade não é da sua produtora, a Ghost House Pictures.

None

"Quando nós fomos atrás de Neil [Druckmann, roteirista e diretor do game] nós esperávamos conseguir os direitos, como fazemos com qualquer outro projeto, para depois negociar com um estúdio, para controlarmos os direitos. Neste caso ele foi primeiro à Sony - com quem tenho ótima relação - e o estúdio tem seus próprio planos, mas os planos de Neil para o filme não são os mesmos que os da Sony. Como minha empresa não detém os direitos, eu não posso ajudar ele muito", diz Raimi.

O produtor diz que continua ligado ao projeto, mas depende dos acertos entre Druckmann e a Sony. "No momento estou sentado esperando. Eles não querem seguir adiante, e não é minha função explicar por quê. E Neil, acredito eu, está num leve desacordo com eles [ o estúdio] sobre como as coisas devem se desenvolver, então estamos num impasse."

Anteriormente, Druckmann havia dito que o filme poderia ter grandes mudanças, mas a trama seria a mesma do game - leia mais. A atriz Maisie Williams, a Arya de Game of Thrones, é a favorita para viver Ellie, desde que Raimi aproveitou um painel na Comic-Con de San Diego para anunciar seu envolvimento no projeto - leia mais.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.