Dublagem Viva

Créditos da imagem: Dublagem Viva/Divulgação

Filmes

Notícia

Dubladores nacionais fazem campanha pela regulamentação de IA no meio

Movimento Dublagem Viva busca “equilibrar os avanços tecnológicos com a preservação de empregos e garantir a qualidade da dublagem”

Omelete
2 min de leitura
22.01.2024, às 13H07
ATUALIZADA EM 22.01.2024, ÀS 17H26
ATUALIZADA EM 22.01.2024, ÀS 17H26

Alguns dos maiores dubladores em atividade no Brasil se uniram em uma campanha pela regulamentação do uso da inteligência artificial na dublagem. Com o movimento Dublagem Viva, os profissionais afirmam buscar “equilibrar os avanços tecnológicos com a preservação de empregos e garantir a qualidade da dublagem, mantendo o respeito aos profissionais e à indústria audiovisual, que possui imensa cadeia produtiva”.

Para divulgar o movimento, vários dubladores usaram suas redes sociais para mostrar seus rostos e lembrar alguns dos vários personagens para quem eles já emprestaram suas vozes ao longo dos anos — confira algumas postagens abaixo:

@lorenzotarantelli Eu sou o Lorenzo Tarantelli. Sou dublador do Young Sheldon. E eu quero a #dublagemviva ‼️‼️ #dubladoresbrasileiros #dublagem #dublagembr ♬ original sound - Lorenzo Tarantelli
@lex.sant Não a dublagem IA .nosso amigo @jrfranciscojunior apoe essa causa.#dublagem #dublagembr #sukuna #sukunaryomen #aquaman #jrfranciscojunior ♬ som original - Alex Santos

O Dublagem Viva conta com apoio de diversas instituições internacionais de dubladores, incluindo a Organización de Voces Unidas (OVU), do México, a National Association of Voice Actors (NAVA), dos Estados Unidos, a Sindicato de Actores de Voz y Voice Talents de Madrid (AVTA), da Espanha, e a global United Voice Actors.

A IA não deve ser usada para reproduzir vozes de atores em outros idiomas para Língua Portuguesa Brasileira a finalidade de substituir os dubladores. É essencial preservar a expressão vocal, emoção e interpretação artística que os profissionais trazem para o processo de dublagem. A tecnologia deve ser vista como uma ferramenta complementar, não como um substituto. O uso de IA na dublagem deve estar em conformidade com as leis de direitos autorais e respeitar os contratos de trabalho e acordos estabelecidos com os detentores dos direitos”, declarou a organização do movimento em um manifesto publicado em seu site oficial.

Querer dar através da IA ideia de perfeição e padrões inumanos aos personagens, tanto em voz, expressões, corpos, performances, etc priva o profissional artista do exercício de seu talento e ao ser humano, de o seu direito a singularidade existencial. A Missão Fundamental da arte é levar reflexão profunda sobre a existência do ponto de vista filosófico, social e econômico. E nós artistas em dublagem, não poderíamos nos furtar a isso num momento tão importante pra humanidade.

Ainda de acordo com o site oficial do Dublagem Viva, a intenção do movimento “não é proibir nenhuma evolução tecnológica, queremos apenas garantir que o que é apenas uma ferramenta de criação não passe a ser entendido como o nosso criador”.

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.