Elsa em Frozen 2, Capitão América em Vingadores: Ultimato e Rey em Star Wars: A Ascensão Skywalker

Créditos da imagem: Walt Disney Animation/Divulgação // Marvel Studios/Divulgação // Lucasfilm/Divulgação

Filmes

Notícia

Disney quebrou recorde em 2019 somando US$ 11,12 bilhões de bilheteria

Estúdio foi responsável por cerca de um terço da arrecadação de todo o mercado norte-americano

Mariana Canhisares
02.01.2020
22h13

A Walt Disney quebrou recordes de arrecadação em 2019. De acordo com a Variety, o estúdio somou US$ 11,12 bilhões na bilheteria mundial, valor nunca antes alcançado por qualquer estúdio.

Somente nos Estados Unidos, a Disney fez US$ 3,76 bilhões, o que representaria cerca de um terço de toda a arrecadação do mercado americano, além de mais um recorde para a conta do estúdio. Já no cenário internacional, o valor estimado é de US$ 7,35 bilhões - e, sim, outra quantia recorde.

No ano passado, a Disney emplacou blockbusters em quase todos os departamentos da empresa: o Marvel Studios lançou Capitã Marvel (US$ 1,13 bilhão) e Vingadores: Ultimato (US$ 2,8 bilhões); a Pixar teve Toy Story 4 (US$ 1,07 bilhão); a Walt Disney Animation lançou Frozen 2 (US$ 1,26 bilhão); entre os live-actions, foram às telonas Aladdin (US$ 1,05 bilhão) e O Rei Leão (1,66 bilhão); por fim, a Lucasfilm revelou Star Wars: A Ascensão Skywalker, que até agora fez US$ 815,7 milhões em todo o mundo.

Segundo os dados da Variety, na história moderna de Hollywood, nunca nenhum estúdio dominou tanto a bilheteria como a Disney.