Cruella tem estreia bem abaixo de Mulan no Disney+ dos EUA

Créditos da imagem: Reprodução

Filmes

Notícia

Cruella tem estreia bem abaixo de Mulan no Disney+ dos EUA

Filme com Emma Stone foi visto por menos de 700 mil assinantes norte-americanos do streaming

Caio Coletti
02.06.2021
09h09
Atualizada em
02.06.2021
09h38
Atualizada em 02.06.2021 às 09h38

Cruella foi visto por 686 mil assinantes do Disney+ dos EUA durante o seu primeiro fim de semana na plataforma, que coincidiu com o feriado de Memorial Day no país. O número fica 39% abaixo do resultado de Mulan no ano passado, segundo levantamento da empresa SambaTV ao Deadline.

Como apontou um porta-voz da Disney ao veículo, no entanto, o filme estrelado por Emma Stone chegou ao streaming ao mesmo tempo em que os cinemas começam a reabrir de forma mais significativa nos EUA, em decorrência do avanço da vacinação contra a covid-19.

"Este fim de semana marcou a primeira vez que os consumidores puderam escolher de forma substancial qual filme gostariam de assistir, e como. Os números fortes de Cruella, tanto nos cinemas quanto no Disney+, mostram que flexibilidade é uma palavra chave neste momento", comentou.

Cruella arrecadou US$ 26,5 milhões (R$ 136,6 milhões, na cotação atual) nos cinemas norte-americanos durante o seu primeiro fim de semana, e US$ 42,6 milhões (R$ 219,6 milhões) ao redor do mundo.

Lançado também durante um feriado nacional (o Labor Day, em setembro), Mulan visto visto por 1,12 milhão de assinantes do Disney+ em sua estreia. Tanto o filme sobre a guerreira chinesa quanto Cruella foram lançados no streaming através do sistema de Premium Access, em que o assinante precisa pagar uma taxa extra (US$ 29,9 nos EUA, R$ 69,9 no Brasil) somente para assistir ao filme.

 

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.