Filmes

Crítica

Emoji - O Filme | Crítica

Não é a melhor das ideias

Marcelo Forlani
02.09.2017
15h52
Atualizada em
02.09.2017
17h01
Atualizada em 02.09.2017 às 17h01
Os emojis são parte do dia a dia das pessoas conectadas deste início de século. Neste mundo digital em que as palavras escritas vão perdendo cada vez mais espaço para figurinhas que procuram sintetizar sentimentos ou situações, evolução é uma palavra que deve ser usada com cautela. Há quem exagere e diga que estamos, na verdade, voltando aos hieróglifos do antigo Egito 🇪🇬. 
 
 
O problema é quando esta nova comunicação vira inspiração para um filme. Na contagem recente de ideias que pareciam impossíveis de transformar em uma história, temos o divertidíssimo Lego Filme e o completamente descartável Angry Birds. Emoji poderia desempatar o placar, mas não consegue gerar um 😍, nem é tão 🤢. 
Na história, cada emoji tem um trabalho bem definido: tem de “se manter no personagem” 24 horas por dia, 7 dias por semana. E tudo ia bem no sistema operacional, até que chega o dia de estreia do 😒, que está todo 😃 para seu primeiro dia de trabalho. Ele vive no celular de um adolescente e vai substituir seus pais como o emoji que não deveria se empolgar com nada. 
 
 
Mas há um bug na programação e 😒 consegue fazer várias outras carinhas, demonstrar sentimentos que não deveria e, portanto, se atrapalhar na hora de desempenhar sua função. Quando ele é convocado, acaba "dando pau" e a mensagem do menino para sua crush sai toda bagunçada, sem sentido. O Don Juan 2.0 se desespera e vai para a assistência técnica formatar o aparelho. 
 
 
Enquanto isso, dentro do mundo digital, o nosso protagonista 😒 procura uma forma de também formatar sua vida, e parar de expressar outros sentimentos. A ideia 💡 por trás do personagem, que não quer decepcionar seus pais, é boa, mas não é bem desenvolvida. Pior mesmo é a forma como os adolescentes são retratados, como se não houvesse futuro para a humanidade. 
 
 
Existem ali no meio algumas boas piadas e easter eggs, como o nome do filme escrito em emojis (🔪🚿👩) na fachada do cinema e algumas outras situações engraçadinhas. Mas nada realmente 🤣. Apesar das duras críticas, a animação já soma 150 milhões de dólares nas bilheterias mundiais, número acima dos 50 milhões que custou para ser feito. Não é um mega sucesso, mas não vai dar prejuízo. O que gera alguns temores. O que pode vir a seguir? #hashtag - o filmeMensagem de voz - O Filme? Ou algo mais retrô como Comus do Orkut💩
Emoji - O Filme
The Emoji Movie
Emoji - O Filme
The Emoji Movie

Ano: 2017

País: EUA

Classificação: LIVRE

Duração: 95 min

Direção: Anthony Leondis

Roteiro: Anthony Leondis

Elenco: T.J. Miller, James Corden, Steven Wright

Nota do Crítico
Regular

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.