Filmes

Crítica

Crítica: Ponyo - Uma Amizade que Veio do Mar

Depois de muitos atrasos, animação japonesa finalmente chega ao Brasil

Marcelo Forlani
29.07.2010
17h00
Atualizada em
21.09.2014
14h05
Atualizada em 21.09.2014 às 14h05

Conturbada a estreia brasileira de Ponyo - Uma Amizade que Veio do Mar (Gake no ue no Ponyo, 2008). Para começar, ela acontece depois de dois anos que o filme entrou em cartaz no seu país de origem, o Japão. Depois, a animação foi repetidamente adiada pela distribuidora brasileira, que erroneamente deixou o filme em pré-estreia durante todo o mês de julho, perdendo a chance de pegar quem estava em férias da escola, afinal Ponyo é o mais infantil dos trabalhos recentemente feitos pelo estúdio Ghibli.

Estes problemas todos, porém, não diminuem a importância ou qualidade da animação de Hayao Miyazaki (O Castelo Animado, A viagem de Chihiro). Ponyo, levemente inspirado no conto "A Pequena Sereia", de Hans Christian Andersen, conta a história de uma peixinha que consegue escapar da vigia do seu pai, no fundo do mar, para conhecer o mundo da superfície. Aqui em cima, ela conhece um menino de 5 anos, Susuke, que a salva de uma morte causada pela sujeira deixada pelos humanos nos oceanos. Com seus poderes mágicos, ela cresce braços e pernas, e ganha um novo amigo.

Ponyo - Uma Amizade que Veio do Mar

None

Ponyo - Uma Amizade que Veio do Mar

None

O sumiço de Ponyo, porém, faz com que seu pai comece a busca pela filha, achando que ela foi raptada pelos humanos. Quando a encontra e a força a voltar para casa, percebe o tanto que ela mudou. Porém, como separar Ponyo e Susuke agora?

A inocência com que a história é contada, do ponto de vista de duas crianças que se apaixonam e juram amor eterno, torna a história simples, mas jamais sem graça. Na verdade, chega a ser ainda mais emocionante ver crescer este amor verdadeiro, sem malícia alguma. Nada mais puro. Nada mais natural.

E ainda por cima, tudo isso é contado com lindas telas desenhadas à mão pelo próprio Hayao Miyazaki e sua equipe. Dá vontade de fotografar cada um dos fotogramas e sair pendurando nas paredes.

Se você precisa de um único motivo para sair de casa e ir ao cinema, já tem a sua desculpa ideal. Não importa que o filme esteja dois anos atrasado. Não importa que você já viu em uma cópia baixada ou em um Blu-ray comprado no exterior, Ponyo é uma animação que merece ser vista no cinema por toda a beleza de suas imagens e da inocência inspiradora de sua mensagem.

Ponyo - Uma Amizade que Veio do Mar
Gake no ue no Ponyo
Ponyo - Uma Amizade que Veio do Mar
Gake no ue no Ponyo

Ano: 2008

País: Japão

Classificação: LIVRE

Duração: 100 min

Direção: Hayao Miyazaki

Roteiro: Hayao Miyazaki

Elenco: Yuria Nara, Hiroki Doi, George Tokoro, Tomoko Yamaguchi, Yūki Amami, Kazushige Nagashima, Akiko Yano, Shinichi Hatori, Tokie Hidari, Eimi Hiraoka, Rumi Hiiragi, Tomoko Naraoka, Nozomi Ôhashi, Kazuko Yoshiyuki, Cate Blanchett, Noah Lindsey Cyrus, Matt Damon, Tina Fey, Frankie Jonas, Kurt Knutsson, Cloris Leachman, Liam Neeson, Jennessa Rose, Lily Tomlin, Betty White

Nota do Crítico
Ótimo

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.