Filmes

Crítica

Crítica: 4 Meses, 3 Semanas e 2 Dias

Palma de Ouro em Cannes no ano passado confirma excelência do cinema romeno atual

Marcelo Hessel
24.01.2008, às 16H00
ATUALIZADA EM 21.09.2014, ÀS 13H32
ATUALIZADA EM 21.09.2014, ÀS 13H32

Há pelo menos três anos o cinema romeno vem ganhando espaço internacionalmente - cuja maior vitrine é o festival francês de Cannes. Em 2005, Cristi Puiu levou o Un Certain Regard por A Morte do Senhor Lazarescu. Corneliu Porumboiu ganhou o Camera D'Or (para cineastas estreantes) em 2006 por A leste de Bucareste. Essa nova geração de cineastas alcançou o reconhecimento máximo quando 4 Meses, 3 Semanas e 2 Dias (4 Luni, 3 Saptamini Si 2 Zile), de Cristian Mungiu, levou a Palma de Ouro no ano passado.

Senhor Lazarescu e A Leste de Bucareste, assim como outros exemplares do cinema local, como California Dreamin' e Como Festejei o Fim do Mundo, são comédias com toques de drama histórico. Nestes filmes, é por meio do riso que os romenos aliviam as suas dores. Já o filme de Mungiu é um drama pesado, pesadíssimo por vezes. Há um único momento de humor, negro, que envolve uma refeição de fígado, carne de porco e cérebro empanado, mas se eu explicar a piada estrago o filme.

4 meses

None

4 meses

None

4 semanas

None

4 Meses... não vale, portanto, como síntese dessa onda romena, mas vale como modelo da excelência do cinema romeno produzido para rondar os festivais. Mungiu sabe o que fazer com a sua câmera sempre à mão em planos longos. E ele começa colocando-a, digamos, a meio mastro. O lendário Howard Hawks ficou conhecido como o cineasta que dignifica o homem porque fazia questão de enquadrar os seus atores à altura dos olhos. Mungiu, por sua vez, frequentemente parece filmar sentado. Mais exatamente, sentado à mesa, altura média em que sua câmera se posiciona em várias cenas de 4 Meses.... A sua Romênia, na metonímia implícita nessas imagem, é um grande balcão de negociações.

Transcorrem os anos do comunismo. Como em todo país do Leste Europeu, conseguir bens de consumo, mesmo os básicos, é praticamente impossível pelas vias oficiais. Cigarros ou anticoncepcionais, só contrabandeados. A trama acompanha duas estudantes. Gabriela (Laura Vasiliu) surge em cena angustiada, como quem aguarda um compromisso importante. Otilia (Anamaria Marinca), sua companheira de quarto na república da faculdade, ao contrário, é inquieta, segura. O drama começa quando descobrimos por que Gabriela está tão aflita e, principalmente, quando descobrirmos o que significa o título do filme.

É bastante complicado seguir com este análise sem revelar pontos-chaves da trama. O que dá pra dizer é que Mungiu adere ao drama sem exagerar na dramaticidade. Suas personagens exprimem sentimentos como pessoas de verdade, sufocando-os em silêncio. O longo plano em que a câmera, sobre uma mesa farta de jantar, registra o mal-estar mudo de Otilia diante dos parentes de seu namorado é emblema dessa secura narrativa, uma secura sem close-ups e sem trilha sonora.

Secura não quer dizer, porém, ausência de ponto de vista. A certa altura, Mungiu soma ao relato uma questão de ordem moral (uma questão que no dia-a-dia vemos mais associada com dogmas religiosos, mas que vai além disso), e o filme dá a impressão de assumir um olhar intransigente contra as duas garotas. Mas seria contra as garotas ou contra a Romênia comunista? Sabendo que o contexto histórico está o tempo inteiro cutucando as personagens, e que elas são irremediavelmente sufocadas por esse contexto, seria Mungiu um moralista?

É uma pergunta a se retornar adiante, mesmo porque 4 Meses, 3 Semanas e 2 Dias é o tipo de filme que não se esgota com o fim da sessão.

Assista a clipes do filme

4 Meses, 3 Semanas e 2 Dias
4 Luni, 3 Saptamani Si 2 Zile
4 Meses, 3 Semanas e 2 Dias
4 Luni, 3 Saptamani Si 2 Zile

Ano: 2007

País: Romênia

Classificação: 14 anos

Duração: 113 min

Direção: Cristian Mungiu

Elenco: Anamaria Marinca, Laura Vasiliu, Vlad Ivanov, Alexandru Potocean, Luminita Gheorghiu, Adi Carauleanu, Liliana Mocanu, Doru Ana, Ion Sapdaru, Cerasela Iosifescu

Nota do Crítico
Excelente!

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.