Filmes

Crítica

Amizade Desfeita | Crítica

Um terror familiar

Thiago Romariz
12.11.2015
22h16

Assistir a Amizade Desfeita é uma experiência diferente. O primeiro impulso é descreditar a estética simplória do filme de Levian Gabriadze. A baixa resolução e o caráter amador de todas as imagens ajudam nesta impressão, mas aos poucos tudo muda. A leveza com o que filme leva o convívio cibernético de seis amigos mostra o quão ligados estamos com o ambiente online. E por mais irreal que este cenário seja, ele é um dos mais factíveis para a sociedade atual, o que torna Amizade uma história de terror tão impactante quanto familiar.

Toda a trama é contada a partir da tela do computador de Blaire (Shelley Hennig), um dos seis adolescentes envolvidos na morte de outra jovem, Laura Barns (Heather Sossaman). Ao longo de pouco mais de uma hora, o grupo é assombrado por um usuário que jura ser Laura, companheira de escola e vítima de bullying de garotos e garotas. Ameaças, revelações e brincadeiras macabras permeiam o bate-papo em vídeo que é escrito sem exagero de gírias ou trejeitos. O sexteto age de forma natural e até reconhecível para quem usa/vive em chats.

O roteiro é simples, cheio de clichês do gênero de suspense e estereótipos de jovens estudantes americanos vistos em Hollywood. A partir deste formato, porém, Amizade consegue se esquivar das resoluções fáceis e acha em sua estética inovadora uma maneira de mexer com o espectador. Ao invés de questionar quem está por trás da porta ou escondidos nas sombras, o filme nos faz questionar de onde veio aquele vírus, como aquele hack aconteceu. Tudo de maneira natural e sem explicações longas, afinal, tudo está na tela.

Gabriadze conseguiu um feito com Amizade Desfeita que vai além do visual e do horror adolescente. Ele soa como um exercício estético e narrativo que aproveita o isolamento de uma geração para explorar medos dentro de uma ambiente online, onde o anonimato permite covardias nunca questionadas. E além de um alerta para o cyberbullying, o filme é uma representação do voyeurismo atual, representado pela pouca, ou nenhuma, privacidade concedida pela internet. No fundo, todos são bisbilhotados e bisbilhoteiros.

Amizade Desfeita
Unfriended
Amizade Desfeita
Unfriended

Ano: 2015

País: EUA

Duração: 83 minutos min

Nota do Crítico
Bom

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.