Alguém Avisa? é uma revolução em forma de comédia romântica

Filmes

Crítica

Alguém Avisa? é uma revolução em forma de comédia romântica

Maior brilho do filme é o leque de personagens bem construídos

Julia Sabbaga
22.01.2021
16h59
Atualizada em
22.01.2021
21h16
Atualizada em 22.01.2021 às 21h16

Comédias românticas são um terreno fértil para personagens fracos. Sem desrespeito ao gênero, sou uma fã das rom-coms bem-feitas, mas esse tipo de filme é construído, de modo geral, com dois bons protagonistas e um leque de personagens de apoio que não precisa de nenhuma camada além do “melhor amigo” ou “rival”. As melhores comédias românticas do cinema fugiram dessa armadilha. Clássicos como Harry & Sally: Feitos um para o Outro, Casamento do Meu Melhor Amigo ou 10 Coisas que eu Odeio em Você deixaram a regra clara: um bom filme precisa de personagens complexos, mesmo que no pano de fundo. Alguém Avisa? entendeu isso perfeitamente e, por trás de uma confusão familiar, entregou um leque admirável de pessoas reais. 

Essa qualidade específica veio como uma surpresa porque um longa que traz duas mulheres como casal protagonista já seria revolucionário por si só. Em uma era dominada por produções preguiçosas, Alguém Avisa? poderia ter se acomodado em seus grandes nomes e um romance inovador, mas é lindo ver o comprometimento em criar uma história genuína. Envelopado em uma comédia romântica está uma trama que reflete as dificuldades de ser humano sem deixar a doçura ou o otimismo de lado. 

Em Alguém Avisa? a premissa é básica. De impulso, Harper (Mackenzie Davis) convida a namorada Abby (Kristen Stewart) para conhecer sua família durante o Natal, mas depois a informa que nunca saiu do armário para os pais. Chegando lá, o motivo do segredo fica claro. Ricos, políticos e tradicionais, os pais de Harper mantêm a aparência de uma família perfeita, formada também por duas outras filhas, Sloane (Alison Brie) e Jane (Mary Holland). A dinâmica da família, que vai se revelando aos poucos, é tanto particular quanto universal. 

Sloane é uma mãe de família e esposa perfeita. Jane é a filha nerd e excluída, que está lá para resetar o roteador quando a internet cai e consertar a impressora. Os pais, Ted (Victor Garber) e Tipper (Mary Steenburgen) são aparentemente simpáticos, mas absolutamente rígidos. Pouco a pouco, o filme desenvolve o psicológico de cada um deles e embasa suas personalidades, desde a rivalidade entre Harper e Sloane pela posição de filha favorita, até o próprio segredo de Harper, personagem que se torna cada vez mais dissimulada uma vez que bota os pés dentro de casa. 

Existem muitas tradições de comédias românticas que Alguém Avisa? segue sem a menor vergonha, mas a quebra de rotina de ver as fórmulas aplicadas a um casal lésbico já traz um frescor muito bem-vindo sem precisar forçar a barra. Elas brigam por motivos bobos e vivem conflitos que poderiam ser resolvidos com cinco minutos de conversa? Sim, mas de um jeito que nenhum outro produto do gênero - deste tamanho, pelo menos - fez antes. Tudo isso é auxiliado pela atuação ótima de uma garota contida de Davis, e por Stewart, que finalmente achou uma personagem que a deixa exibir seu constante desconforto de modo que serve ao papel.

Entre ótimas piadas - e o destaque aqui fica com Holland, abençoada com o papel de uma ótima e insuportável pessoa - e momentos tenros, Alguém Avisa? é a comédia romântica dos novos tempos. Que ela sirva de exemplo para muitos filmes água com açúcar baratos que se vê por aí. 

Alguém Avisa?
Happiest Season
Alguém Avisa?
Happiest Season

Direção: Clea DuVall

Elenco: Alison Brie, Aubrey Plaza, Mackenzie Davis, Kristen Stewart

Nota do Crítico
Ótimo

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.