A Barraca do Beijo 3

Filmes

Crítica

A Barraca do Beijo 3 entrega o esperado de modo imprevisível

Apesar do final merecido, enredo se perde em histórias paralelas

Omelete
3 min de leitura
Camila Falcão
11.08.2021, às 08H39
ATUALIZADA EM 05.07.2022, ÀS 08H36
ATUALIZADA EM 05.07.2022, ÀS 08H36

Depois de dois filmes em que acompanhamos a história de Elle (Joey King), Noah (Jacob Elordi) e Lee (Joel Courtney), chegou a hora de descobrir o final da trajetória dos jovens em A Barraca do Beijo 3. O terceiro filme da franquia, que estreia esta semana na Netflix, ficou responsável por entregar a decisão de Elle sobre seu futuro profissional, a escolha da faculdade, e pessoal, que significa estar perto do namorado ou do melhor amigo. 

No último capítulo da comédia romântica, antes do esperado veredito, Elle passa o verão na casa de praia ao lado de Lee, Noah e Rachel (Meganne Young). Seu objetivo principal antes de ir para a faculdade é cumprir uma lista de afazeres com Lee, enquanto curte o relacionamento com Noah e passa seus últimos momentos com a família. Assim como no segundo filme, Marco (Taylor Perez) também volta para a trama, se tornando mais um empecilho na vida de Elle.

Apesar de ser divertido assistir à protagonista vivendo diversos momentos engraçados e inusitados tentando completar a nova lista, os compromissos com Lee, seu trabalho, conflitos com Noah e Marco, e tarefas com a família deixam o enredo confuso. Muitas questões exigem muitas resoluções, e com isso o filme acaba correndo para selar todas as pontas soltas. A estrutura recheada de tramas acaba atrapalhando e deixando pouco profundo dois pontos fundamentais: a decisão de Elle e a participação de Marco.

Como já contamos em outro texto, recheado de spoilers, a escolha de Elle sobre o futuro é surpreendente. Porém, essa decisão e o processo de se autoconhecer acontecem rápido e repentinamente, sem dar o espaço merecido à conclusão do problema central que se perpetuou durante dois filmes. A razão por trás de sua decisão final foi mencionada poucas vezes durante as três partes da franquia, aparecendo apenas uma vez no capítulo final. 

Além disso, a participação de Marco traz um acontecimento repetitivo, visto que ele causa diversos conflitos entre Elle e Noah (assim como no filme anterior), em busca de uma nova chance com a protagonista para terminar - novamente - se contentando com sua amizade. No final da trama, a volta do personagem não muda nada na história, deixando a impressão de que ele só estava ali para fazer as coisas ficarem mais interessantes para o espectador. 

Mesmo assim, A Barraca do Beijo 3 cumpre a missão de desenvolver a relação entre Elle e Lee de uma forma fluida e clara até os últimos instantes da produção, deixando evidente a evolução dos protagonistas, principalmente de Lee. O desfecho também sabe deixar muito para a imaginação dos fãs, criando um gostinho de quero mais. O último filme de A Barraca do Beijo entrega o esperado de modo imprevisível e divertido, satisfatório para quem acompanha a trilogia desde o início. 

Nota do Crítico
Bom
A Barraca do Beijo 3
The Kissing Booth 3
A Barraca do Beijo 3
The Kissing Booth 3

Ano: 2021

Direção: Vince Marcello

Elenco: Joel Courtney, Joey King, Jacob Elordi

Onde assistir:
Oferecido por

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.