Kurt

Créditos da imagem: MTV/Divulgação e Pulp Fiction/Reprodução

Filmes

Artigo

Como Kurt Cobain quase participou de Pulp Fiction

Personagem de Eric Stoltz teria sido baseado no músico

Fábio de Souza Gomes
20.02.2019
15h23
Atualizada em
20.02.2019
15h59
Atualizada em 20.02.2019 às 15h59

Kurt Cobain é um dos maiores nomes da história da música. Ao longo dos anos, canções do Nirvana tem aparecido com frequência em filmes, séries e games e um dos maiores longas da história quase contou com o vocalista como ator: Pulp Fiction, inicialmente, teria um papel desenvolvido especialmente para Kurt Cobain.

No início dos anos 90, o longa era um dos roteiros mais quentes de Hollywood. Atores de primeira linha queriam estrelar a produção de Quentin Tarantino, mas o diretor contava com nomes específicos em sua cabeça para cada papel. Segundo Courtney Love, viúva do músico, um dos personagens da história havia sido escrito especialmente para o cantor: Lance, o traficante amigo de Vincent Vega (John Travolta).

Em entrevista à V Magazine (Via Indie Wire), ela garante que os produtores inicialmente não procuraram direto Cobain, mas conversaram com ela para o papel de Jody, namorada do traficante. “Eu senti que eles estavam me perguntando somente para conseguir o Kurt. E eu falei: ‘Perguntem para o Kurt. Eu não quero fazer’. Porém, ele amarelou”, afirmou.

Love diz que os produtores ainda voltaram algumas vezes para oferecer o papel, porém Cobain não tinha interesse em participar do longa. Mesmo assim, ela garante que ele ficou animado com os roteiros e decidiu homenagear o cineasta no último álbum de estúdio da banda. “Você nunca se perguntou por que Quentin [Tarantino] recebeu agradecimentos especiais no álbum In Utero?”, disse em entrevista à GQ.

Eventualmente, o papel acabou nas mãos de Eric Stoltz e sua namorada foi interpretada por Rosanna Arquette. Quentin Tarantino nunca confirmou a informação e chegou a negar ter oferecido qualquer papel para o músico. Contudo, o visual do personagem é muito semelhante ao utilizado por Cobain na época, desde o cabelo até o figurino que lembra o que o cantor usou no álbum Acústico MTV

Cobain faleceu em fevereiro de 1994, cerca de três meses antes do longa estrear no Festival de Cannes. O músico nunca chegou a comentar o assunto, mas até hoje Love garante que o papel estava em suas mãos e ele só não participou porque não quis.