Filmes

Notícia

Brasileiros premiados no Festival de Cinema de Tribeca

Brasileiros premiados no Festival de Cinema de Tribeca

Érico Borgo
11.05.2004, às 00H00
ATUALIZADA EM 21.09.2014, ÀS 12H51
ATUALIZADA EM 21.09.2014, ÀS 12H51

Fernanda Montenegro e Raul Cortez em cena de O outro lado da rua

A terceira edição do Festival de Cinema de Tribeca, em Nova York, terminou com ótimas notícias para o Brasil.

Fernanda Montenegro foi escolhida a Melhor atriz por O Outro Lado da Rua, filme dirigido por Marcos Bernstein (co-autor de Central do Brasil) que entrará em cartaz por aqui dia 28 de maio.

A produção conta a história de Regina (Montenegro), uma aposentada de 65 anos que, para se refugiar da solidão, procura pequenos delitos para denunciar à polícia. Uma noite, xeretando o prédio do outro lado da rua, ela acredita ter presenciado um assassinato. Quando a polícia declara ter ocorrido uma morte natural, Regina resolve investigar por conta própria e acaba se envolvendo com o suposto assassino, Camargo, numa relação tardia e cheia de contradições, em que os dois irão reavaliar suas vidas de um modo que nunca poderiam imaginar.

O outro premiado foi O Prisioneiro da Grade de Ferro (auto-retratos), documentário longa-metragem que rendeu a Paulo Sacramento o prêmio de Melhor novo documentarista. No filme, um ano antes da desativação da Casa de Detenção do Carandiru, ocorrida em setembro 2002, detentos aprendem a utilizar câmeras de vídeo e registram o cotidiano do maior presídio da América Latina.

Carandiru, de Hector Babenco também foi exibido no festival, que terminou domingo, dia 9 de maio. O Tribeca Film Festival é organizado anualmente pelos co-fundadores Robert DeNiro, Jane Rosenthal e Craig Hatkoff.

Conteúdo Patrocinado

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.