Bohemian Rhapsody | "Desagradável", diz Rami Malek sobre Bryan Singer

Créditos da imagem: Divulgação/20th Century Fox

Filmes

Notícia

Bohemian Rhapsody | "Desagradável", diz Rami Malek sobre Bryan Singer

Para o ator, toda e qualquer vítima de abusos deve ser ouvida

Gabriel Avila
04.02.2019
15h31
Atualizada em
04.02.2019
15h47
Atualizada em 04.02.2019 às 15h47

Rami Malek, a estrela de Bohemian Rhapsody, falou abertamente sobre a polêmica envolvendo Bryan Singer, diretor que foi afastado da produção durante as filmagens (via THR). Na entrevista realizada no Festival Internacional de Cinema de Santa Bárbara, onde recebeu um prêmio por sua interpretação de Freddie Mercury na cinebiografia da banda Queen, Malek ofereceu solidariedade às vítimas de Singer:

“Meu coração está com cada um que teve de viver algo parecido com o que ouvi e com o que há por aí. É horrível, é alarmante que isso aconteça, e posso reverenciar tanto o que eles passaram, e quão difícil deve ser para eles. Sob a luz da era do [movimento contra abusos sexuais em Hollywood] #MeToo, isso ainda existir é uma coisa horrível”

O ator, que teve problemas com o diretor antes mesmo das denúncias - saiba mais, comentou sobre a conturbada relação durante as filmagens:

“Sentei aqui e conversei sobre como todo mundo merece uma voz, e qualquer um que queira falar sobre o que aconteceu com Bryan [Singer] merece ser ouvido. Minha relação com ele não era agradável, de forma alguma. E nesse ponto isso é tudo o que eu posso dizer sobre.”

Para Malek a demissão de Singer durante as filmagens dizem muito sobre a posição da equipe:

“Para qualquer um que esteja procurando algum conforto em tudo isso, Bryan Singer foi demitido. Ele foi demitido, e não acho que isso é algo que alguém esperasse, mas eu acho que tinha de acontecer. E aconteceu.”

Bohemian Rhapsody venceu dois Globos de Ouro  e concorre ao Oscar 2019 em cinco categorias, incluindo Melhor Filme - saiba mais.