Filmes

Notícia

Banksy fala sobre a veracidade de Exit Through the Gift Shop

Artista diz que documentário é 100% real

Aline Diniz
28.12.2010
01h00
Atualizada em
21.09.2014
14h13
Atualizada em 21.09.2014 às 14h13

O documentário de Banksy, Exit Trough the Gift Shop, recebeu ótimas críticas - inclusive a nossa -, mas segue taxado como um documentário falso. Porém, Bansky diz que o filme é inteiramente verdadeiro. Em uma entrevista para o blog All These Wonderful Things, Banksy falou sobre o filme e sua história - e garante que veremos mais filmes dele.

"É óbvio que a história é bizarra, é por isso que eu fiz um filme sobre ela, mas eu ainda estou chocado com o nível de ceticismo. Eu acho que tenho que aceitar que as pessoas acreditam que eu não sei de nada. Mas eu não sou inteligente o suficiente pra ter inventado Mr. Brainwash, até a mais casual das pesquisas de internet confirmam isso.

Normalmente eu não me importaria se as pessoas acreditam em mim ou não, mas o poder do filme vem todo do fato de que ele é 100% verdadeiro. Essa é a linha de partida, isso é assistir uma forma de arte pegar fogo bem na sua frente em tempo real. Esse é um filme bem verdadeiro sobre o que significa 'manter-se verdadeiro'.

Além disso, se o filme tivesse sido uma cuidadosa brincadeira roteirizada, pode ter certeza que eu teria me dado falas melhores. Eu teria planejado meticulosamente minhas espontâneas observações. Eu adoro aquela famosa frase de Jack Benny: 'Você não teria falado isso se meus roteiristas estivessem aqui'. Mas eu sempre me perguntei, será que os roteiristas deles o mandaram dizer aquilo?"

Bansky

None

Sobre seu futuro no cinema:

"As obras que faço são bem similares a filmes - minhas pinturas são essencialmente frames congeladas de filmes que estão passando na minha cabeça. Eu acho que fica bem claro que filmes são a forma de arte da nossa época. Se Michelângelo ou Leonardo DaVinci fossem vivos hoje, eles estariam fazendo Avatar, não pintando uma capela. Filme é incrivelmente democrático e acessível, é provavelmente a melhor opção se você quer realmente mudar o mundo, e não apenas redecorá-lo."

Leia a crítica de Exit Trough the Gift Shop