Imagem de Aves de Rapina

Créditos da imagem: Aves de Rapina/Warner/Reprodução

Filmes

Notícia

Aves de Rapina | Filme não teve título alterado no Brasil - entenda

Warner confirmou ao Omelete que não há previsão de mudança

Camila Sousa
11.02.2020
11h26
Atualizada em
12.02.2020
11h48
Atualizada em 12.02.2020 às 11h48

Aves de Rapina (Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa) não teve seu título alterado oficialmente no Brasil. A informação foi confirmada ao Omelete pela Warner, que afirmou que não há “nenhuma alteração de nome planejada para este filme”.

O rumor surgiu depois que redes de cinema americanas começaram a chamar o longa de Harley Quinn: Birds of Prey, movimento que também se repetiu no Brasil, com empresas como Cinemark e Cinépolis chamando a produção de Arlequina em Aves de Rapina.

No entanto, isso não tem a ver com nenhuma mudança de estratégia relacionada à divulgação do longa. Na verdade, a Cinemark já estava chamando o filme desta forma desde a sua estreia, como uma forma de resumir o nome e deixá-lo mais claro para os fãs da personagem de Margot RobbieExatamente por isso, o longa permanece com o título original no site oficial da Warner, tanto no Brasil, quanto nos EUA. Confira abaixo:

Site oficial da Warner
Warner Bros./Reprodução
Site oficial da Warner
Warner Bros./Reprodução

Porém, a Warner adotou o título Harley Quinn: Birds of Prey nos sites de venda de ingressos das principais redes de cinema dos EUA para ter resultados mais eficientes nas ferramentas de busca, o chamado SEO, explicou um porta-voz do estúdio ao The Verge.

Aves de Rapina estreou na liderança das bilheterias brasileira e americana, apesar de ter ficado abaixo do esperado. Até agora, o longa soma US$ 79 milhões na bilheteria mundial.