20th Century Studios/Divulgação

Créditos da imagem: 20th Century Studios/Divulgação

Filmes

Notícia

Alita: sequência vai depender do sucesso de spin-off de Star Wars, diz diretor

Robert Rodriguez, que está no comando de The Book of Boba Fett, que agradar à Disney

Flávio Pinto
30.08.2021
15h53

O diretor Robert Rodriguez está fazendo seu nome ao lado da Disney, graças ao trabalho em produções como The Mandalorian e, agora, em seu spin-off, The Book of Boba Fett. E em uma recém-entrevista ao site The Nerdy Basement, ele torce para que seu desempenho na companhia do Mickey Mouse lhe permita realizar a tão esperada sequência de Alita: Anjo de Combate.

Segundo o diretor, “espero estar ganhando algum 'ponto' com a Disney, porque eles são os donos agora [eles compraram a Fox], e é por isso que não conseguimos ir direto para a sequência. Mas agora eles estão começando a lançar algumas das coisas da Fox.”

O projeto original de Alita foi desenvolvido no estúdio por um pouco mais de duas décadas, e as conversas sobre uma trilogia continuaram quando Robert Rodriguez assumiu as rédeas do seu condutor original, James Cameron. Embora Cameron esteja mais focado em dar os toques finais em Avatar 2, e suas sequências já anunciadas, Rodriguez admite que ainda mantém conversas com o diretor de Titanic sobre o projeto:

Estou tentando ver o que acontece com o Boba Fett, acredito que as pessoas ficarão boquiabertas, então quando isso acontecer vou entrar e dizer, ok, estou aqui há um tempo, vamos descobrir como podemos fazer Alita, seja para streaming ou cinema, porque é uma propriedade tão boa, as pessoas adoram, eu adoro e Jim [Cameron] adora”, revela.

Lançado em 2019, Alita: Anjo de Combate pode não ter sido o sucesso absoluto de bilheteria esperado pela Fox, mas o sucesso encontrado pelo longa após sua chegada ao streaming e em home-video mantém viva a esperança de fãs que torcem por uma sequência. 

A Disney comprou a Fox e eles têm a Disney+, então é uma conversa que vale a pena”, afirmou o cineasta à Forbes. “Sei que as pessoas adorariam assistir [a uma sequência] e eu amaria fazer mais um”. Segundo Rodriguez, o streaming criou uma oportunidade maior para a produção de sequências, pois usa títulos com um público já estabelecido e entrega-os aos fãs “da maneira mais fácil para eles consumirem. Não é uma má ideia”.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.