Eva Green em Os Três Mosqueteiros - Milady (Reprodução)

Créditos da imagem: Eva Green em Os Três Mosqueteiros - Milady (Reprodução)

Filmes

Entrevista

Júri de Cannes está nervoso com decisão da Palma: “Mudaremos a vida de alguém”

Eva Green, Lily Gladstone e outros membros do júri enfatizaram responsabilidade do papel

Omelete
3 min de leitura
14.05.2024, às 13H00.
Atualizada em 16.05.2024, ÀS 08H37

O júri do Festival de Cannes 2024 é um júri nervoso. Essa foi a impressão deixada pela coletiva acompanhada pelo Omelete na tarde de hoje (14), em que vários integrantes da comissão que vai decidir o vencedor da Palma de Ouro - e de vários outros prêmios da seleção principal de Cannes - enfatizaram a responsabilidade da posição que ocupam.

Para ser o júri, você precisa não só ver os filmes, como também… bom, julgá-los. Comparar filmes tão diferentes sempre me parece bem difícil, porque a arte é tão subjetiva”, comentou Eva Green. “Sem falar que as decisões que tomamos podem mudar a vida de um cineasta, uma pessoa que colocou anos de sua vida naquela obra. É uma responsabilidade enorme, estou nervosa”.

Eu ainda não acredito que estou aqui”, confessou Lily Gladstone, que brincou que precisou “superar sua síndrome do impostor” durante o último ano, com a campanha notável de Assassinos da Lua das Flores na temporada de premiações. “Agora, começou tudo de novo! Honestamente, eu só quero agradecer a todos os cineastas que submeteram os seus filmes para o festival, para que pudéssemos apreciar seu trabalho. Como artista, eu tiro toda a minha inspiração de outros artistas, então... estar aqui é uma grande oportunidade”.

E, apesar de Omar Sy dizer que “ainda é muito cedo” para especular que tipo de filme sairá vitorioso da disputa pela Palma de Ouro, alguns de seus colegas deram dicas do que buscam em um vencedor. Eu quero algo que me transporte, me envolva, me faça esquecer onde estou”, filosofou o ator italiano Pierfrancesco Favino. “Procuro um filme que me provoque, que me abale”, completou Eva Green.

É curioso porque o cinema é uma arte muito técnica, mas também muito subjetiva, arrematou Gladstone. Nenhum de nós está mantendo uma listinha com pontos para quem se dedicou mais, para o ator que melhor seguiu o Método ou o diretor que sacrificou mais coisas para estar aqui. Eu admiro trabalhos que transformam o mundo ao seu redor, e é isso que vou buscar nesses filmes”.

O diretor espanhol Juan Antonio Bayona fez um bom resumo do sentimento do júri em relação aos seus cargos: Eu tenho ido a festivais de filmes desde os 16 anos, tentando assistir à maior quantidade de filmes de graça que eu puder… e parece que ainda estão me deixando! É uma grande honra e uma grande responsabilidade poder assistir a todos esses filmes com essas pessoas”.

O Festival de Cannes 2024 acontece entre 14 e 25 de maio, exibindo filmes aguardados como Furiosa: Uma Saga Mad Max e Megalopolis, de Francis Ford Coppola, entre muitos outros. Fique de olho no Omelete para a cobertura completa.

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.