Filmes

Vídeo

O Vingador do Futuro | Omelete Entrevista Jessica Biel

Remake estreia nesta sexta, 17 de agosto

Equipe Omelete
15.08.2012, às 00H02
ATUALIZADA EM 21.09.2014, ÀS 17H17
ATUALIZADA EM 21.09.2014, ÀS 17H17

Steve Weintraub, nosso correspondente em Hollywood, conversou com Jessica Biel, a nova Melina no remake de O Vingador do Futuro (Total Recall). No bate-papo, a atriz relembrou dos exaustivos treinamentos físicos, a importância do departamento de arte, e os filmes das Tartarugas Ninja e Wolverine.

Como você está?

Jessica Biel: Estou bem, e você?

Eu estou bem. Então, como tem sido esta última semana para você?

JB: Tem sido boa. Tem sido longa, mas boa.

Eu ia dizer que você deu muitas entrevistas na Comic-Con. Eu sei que todo este final de semana são entrevistas. É algo que você teme ou você está empolgada?

JB: Eu estou empolgada porque eu amo esse filme. Então, é legal falar sobre... algo que você gosta, ao invés de ter que fingir. Porque às vezes você tem que fingir. É verdade. Mas é meio difícil, porque fazem as mesmas perguntas, e você quer dar uma entrevista nova para todo mundo. E às vezes você está literalmente: "Sim, a minha personagem é assim. Sim, o filme é desse jeito. Por favor, vá assisti-lo."

Eu entendo. Por isso eu tentei fazer umas perguntas diferentes na Comic-Con.

JB: Sim, você tinha umas perguntas boas.

Mas hoje eu não posso perder o foco.

JB: Tudo bem. Foque então.

Eu ia dizer, no entanto, parabéns pelo filme. Eu realmente achei ótimo. A ação literalmente não para no filme.

JB: Sim, é verdade.

Eu estou curioso… Esta deve ter sido uma filmagem fisicamente desafiadora. Porque nunca diminui o ritmo. Fale um pouco como você se preparou, e como foi a filmagem em geral.

JB: Bom, nós tivemos treinamento de artes marciais. Tivemos treinamento de parkour, de peso, yoga. Tudo para nos prepararmos fisicamente. Porque eram diárias de 12 a 15 horas por dia. Lutando. Fazendo sequências de luta. Batendo carros. Tem perseguições de carros. Tudo o que você imagina. Como você viu. Foi emocionante. Foi muito intenso. Mas foi muito divertido. Nós estávamos trabalhando com as melhores pessoas. E Len Wiseman cria um set tão legal. Você sente que é um ambiente em que todos colaboram. Vale a pena. Toda a dor, e toda a... Todas as vezes que você está batendo naquele saco de bater, e se exercitando com o treinador. E você só pensa: "Vale a pena, aqui está." E realmente valeu a pena. Foi emocionante.

Uma coisa muito legal e você pode ver na foto atrás de você é o mundo que foi criado, o desenho de produção e os cenários. Fale um pouco sobre a primeira vez que você entrou no set e viu que não seria com tela verde.

JB: Sim, era incrivelmente maravilhoso e chocante. Porque os sets eram realmente enormes. A escala do que eles criaram e os detalhes. E o que eles fizeram. O que eles fizeram para gente foi ajudar muito a entrar dentro desse mundo que não existe, dentro deste lugar futurista. Tinham coisas que não conhecíamos, que não tínhamos experiência. Foi inacreditável. Foi uma das melhores coisas que Len poderia ter feito por este filme, eu acho, e por nós.

Eu sempre deixo as pessoas mandarem perguntas pelo twitter, e eu tenho duas.

JB: Tudo bem.

Uma é... E esta é uma estranha, eu não estava esperando. Estão fazendo um filme sobre "As Tartarugas Ninjas", e pessoas querem saber se você consideraria interpretar April O'Neal.

JB: Eu gosto de "As Tartarugas Ninjas". Eu sempre gostei de "As Tartarugas Ninjas". Sim! Mas eles já não fizeram esse filme? Ou algumas vezes?

Eles tentaram, mas eu acho que agora... John Liebesman que fez "Fúria de Titãs 2" e "Invasão do Mundo: Batalha de Los Angeles". Ele irá dirigir para a companhia do Michael Bay.

JB: Que legal.

Então, esta é a primeira coisa que as pessoas querem...

JB: Eu gosto da April. Ela é legal. Ela usava um terno amarelo, não?

Sim.

JB: Ela era ruiva.

Eu não lembro da cor.

JB: Ela era ruiva. Aquele era um ótimo programa. Eu amava quando era criança. Então, lógico. Sim.

E a outra pergunta: saiu que você não irá participar de The Wolverine. As pessoas querem saber se tem alguma razão, ou se você gostaria de comentar porque não deu certo.

JB: Foi um problema de disponibilidade. Não deu certo com tudo o que eu estou fazendo para a imprensa de outros filmes que estão saindo. E com a agenda delesdo outro lado do mundo, na Austrália e no Japão... simplesmente não deu certo. Foi um desses negócios que partiu meu coração, mas... É assim que acontece, às vezes.

Eu entendo completamente. Muito obrigado pelo seu tempo. Realmente agradeço. Parabéns pelo filme.

JB: Muito obrigada.

O Vingador do Futuro já está em cartaz no Brasil.

Leia a crítica

Conteúdo Patrocinado

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.