Filmes

Vídeo

O Ataque | Omelete Entrevista Roland Emmerich

Diretor fala sobre seu próximo filme

Equipe Omelete
03.09.2013, às 16H00
ATUALIZADA EM 21.09.2014, ÀS 17H21
ATUALIZADA EM 21.09.2014, ÀS 17H21

Em uma entrevista exclusiva, Steve Weintraub, nosso correspondente de Hollywood, conversou com Roland Emmerich, diretor e produtor de O Ataque (White House Down). Ele falou sobre as dificuldades do filme, o que o surpreendeu sobre a Casa Branca e seu próximo filme, Independence Day 2.

 

Você tem falado bastante sobre "O Ataque", mas eu quero começar com outra coisa, que é: o que você coleciona?

Roland Emmerich: Eu coleciono zebras. Zebras de pelúcia.

Achei que fosse zebras de verdade. Eu pensei: "Nossa!"

RE: Não, não. Eu diria que seria ótimo, mas não permitem em Hollywood. Eu acho que você tem que ir onde Michael Jackson morava, mais distante, para ter um zoológico. Não, essa é a minha obsessão e eu até tenho outras, mas não quero revelá-las.

Eu entendo. Fale um pouco sobre esse filme. Parabéns. Ótima diversão. Quando você estava pesquisando sobre a Casa Branca, o que você aprendeu que realmente o surpreendeu?

RE: Eu, na verdade, fiquei surpreso, porque na época eu busquei bem atentamente quantos agentes do Serviço Secreto ficam lá. É incrível a quantidade de pessoas que eles precisam para vigiar essa casa. Então, na verdade, eu realmente tentei achar o número exato, mas ninguém fala para você. E outra coisa foi... Eu tinha acabado de fazer o primeiro tour oficial e me surpreendeu quantas pessoas visitam a Casa Branca todos os dias. O que parou nesse meio tempo, por causa do elenco.

Claro. Você fez filmes grandes, obviamente, e cada um tem o seu desafio. Qual foi o desafio desse filme que o deixou nervoso para superar? Ou houve alguma coisa nesse nível?

RE: Houve um desses, porque tudo se passa em um lugar. Em uma casa. É uma casa grande, mas ainda é uma casa. Então você tem que ficar muito atento onde está cada quarto. É lógico isso estar aí? Isso foi um grande desafio. A ordem cronológica também, porque se passa em duas horas mais ou menos, ou três horas no máximo. Você tem que estar sempre atento. É uma ordem cronológica muito apertada.

Quanto tempo havia no seu primeiro corte do filme?

RE: Um pouco menos de três horas.

Há muitas cenas deletadas?

RE: Não, há umas duas cenas deletadas. O que você faz é encurtar cada cena, então você faz tudo ficar menor. Mas na sessão para família e amigos já tinha 2 horas e meia, o que é um tempo bom, porque é fácil tirar esses 20 minutos a mais.

Houve alguma cena que você ficou triste de tirar ou esse é o filme...?

RE: Não, esse é o filme que queríamos.

No outro dia, o que foi ótimo para mim, eles anunciaram a data de lançamento do seu próximo filme. "Independence Day 2" será definitivamente o próximo filme?

RE: Até agora sim.

Você falou que poderiam ser dois filmes. Pode haver uma parte dois e três?

RE: Não, eu acho que decidiram fazer só uma primeiramente.

E, alguma coisa que você queira falar sobre o filme?

RE: Não.

Tudo bem, deixamos aí. Muito obrigado e parabéns pelo filme.

 

 

 

 

 

 

 

O Ataque estreia 6 de setembro nos cinemas.

Conteúdo Patrocinado

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.