Homenagem a Matthew Perry no Emmy 2023

Créditos da imagem: Reprodução

Séries e TV

Lista

Homenagem a Matthew Perry e mais: Os melhores momentos do Emmy 2023

De homenagem a Matthew Perry a caos na vitória de O Urso, Emmy teve grandes momentos

Omelete
1 min de leitura
16.01.2024, às 01H23
ATUALIZADA EM 16.01.2024, ÀS 01H52
ATUALIZADA EM 16.01.2024, ÀS 01H52

Os vencedores do Emmy 2023, que aconteceu nesta segunda (15), já eram mais do que esperados -- mas tudo bem: a premiação que consagrou Succession, O Urso e Treta foi repleta de momentos emocionantes e divertidos, incluindo uma bela homenagem a Matthew Perry

A seguir, veja os nossos favoritos da noite: 

 

Christina Applegate emociona

A primeira rodada de aplausos em pé da noite foi para a estrela de Um Amor de Família, Samantha Who? e Disque Amiga Para Matar, que entrou no palco para apresentar melhor atriz coadjuvante em série cômica - e aproveitou para roubar o show para si, fazendo piada com sua looooonga carreira na TV (ela estreou como um bebê na novela Days of Our Lives) e driblando a emoção de receber o aplauso dos colegas com uma piada oportuna: Vocês realmente estão me envergonhando, levantando para alguém com deficiência”. Applegate tem lutado contra a esclerose múltipla, e já declarou que não deve mais atuar.

Niecy Nash-Betts agradece a si mesma

O discurso mais emocionante do início do Emmy foi dela: Niecy Nash-Betts venceu o Emmy por Dahmer - Um Canibal Americano, e subiu ao palco já com a energia lá em cima. “Eu sou uma vencedora, baby!”, exclamou a atriz, que já havia concorrido ao Emmy quatro vezes no passado - mas nunca vencido a estatueta. Depois de passar pelos agradecimentos protocolares, ela fez uma pausa e declarou: “Sabe a quem mais eu quero agradecer? Eu mesma! Por acreditar em mim, por continuar fazendo o que todo mundo dizia que eu não podia fazer”. Merecido!

As homenagens à história da TV americana

As premiações costumam ser excessivamente protocolares na hora de homenagear o passado, geralmente entregando alguns prêmios “pelo conjunto da obra” aqui e ali. Mas o Emmy 2023 foi além, e reuniu os elencos de séries como Família Soprano, Grey’s Anatomy, Cheers, Martin e It’s Always Sunny ein Philadelphia, em cenários que remetiam às respectivas produções. Os atores tiveram tempo de relembrar seus trabalhos passados e, em alguns casos, até brincaram com a falta de reconhecimento da premiação. Foi uma forma bonita de olhar para a história de um meio que se transformou tanto nas últimas décadas. 

Jeniffer Coolidge agradece aos “gays malvados”

Nenhuma frase foi tão icônica na TV de 2022 quanto “estes gays estão tentando me matar”, proferida por Jennifer Coolidge na segunda temporada de The White Lotus. Nada mais justo, então, que ela fizesse um agradecimento especial aos “gays malvados” quando subiu para receber o Emmy de melhor atriz coadjuvante em série de drama – seu segundo pela produção. Bem gente como a gente, Jennifer colocou a estatueta no chão e lutou para não estourar o tempo permitido aos discursos. 

 

Tina Fey e Amy Poehler, reunidas de novo

Tina Fey e Amy Poehler provaram no quadro “Weekend Update”, do Saturday Night Live, que formam uma ótima dupla – o que elas reforçaram ao apresentarem alguns Globos de Ouro juntas. E o Emmy nos agraciou com mais um momento desta parceria hilária. As duas comediantes se juntaram para apresentar – sentadas, como no quadro que as consagrou – o prêmio de melhor especial de variedades ao vivo. As duas fizeram piadinhas personalizadas sobre cada indicado, e sobrou até para o novo trabalho de Fey, Meninas Malvadas: O Musical: ao apresentar o Tony Awards como um dos indicados, Poehler brincou sobre a premiação fazer musicais baseados em filmes voltarem a ser filmes, ao que Fey acrescentou que “não há nada errado com isso”. Concordamos!

 

Elton John é o maioral

Depois de décadas encantando públicos de múltiplas gerações, Elton John finalmente se juntou ao grupo de seleto de artistas conhecido como EGOTs - isto é, aqueles que já venceram ao menos um Emmy, um Grammy, um Oscar e um Tony. Embora o britânico não tenha podido comparecer à cerimônia, um dos produtores do especial Elton John: O Show da Despedida (disponível no Disney+), falou tudo: “Sabíamos que esse projeto seria especial por muitos motivos, mas não podíamos imaginar que conseguiríamos dar o EGOT a alguém que já nos deu tanta alegria, que contribuiu tanto para o desenvolvimento cultural da humanidade”.

“In Memorian” com “I’ll Be There for You”

Tradicional segmento de homenagem às personalidades da indústria que se foram no último ano, o “In Memorian” do Emmy emocionou ainda mais quando Charlie Puth, que até então cantava “See You Again”, começou a entoar a música tema de Friends, “I’ll Be There for You” – um lindo aceno a Matthew Perry, o Chandler da série, que morreu em outubro. Foi impossível conter a emoção.

O Urso ganhou, e o caos reinou

Matty Matheson fez a vibe do bloco final do Emmy ficar ó - lá em cima! O ator de O Urso foi ao microfone agradecer ao prêmio de melhor série cômica e tudo aconteceu durante o seu discurso: ele agradeceu de forma poética os donos de restaurante ao redor do mundo, recebeu um beijão demorado do colega de elenco Ebon Moss-Bachrach, lamentou que as filmagens da série aconteçam em um estúdio onde os atores “ficam três meses sem ver o Sol”, e ainda ficou gritando bobeiras enquanto Bacharach agradecia aos estúdios responsáveis pela série. “O rato!”, exclamou ele quando o colega citou a Disney, naquele que talvez seja a melhor piada do Emmy todinho.

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.