DVD e Blu-ray

Notícia

Lanterna Verde: Uma origem, duas mídias

Primeiro Vôo e Origem Secreta nas locadoras e bancas

Érico Borgo
19.08.2009
00h00
Atualizada em
21.09.2014
13h51
Atualizada em 21.09.2014 às 13h51

Se você só conhece o Lanterna Verde dos desenhos da Liga da Justiça e gostou da ideia de um longa-metragem do super-herói... ou se você já é fã do personagem mas nunca teve a oportunidade de conhecer sua história, há duas ótimas oportunidades pra entender as origens desse defensor do universo que está completando 50 anos.

Enquanto a Panini Comics publica o arco de histórias "Origem Secreta", na revista Dimensão DC Lanterna Verde, a Warner Home Entertainment coloca nas prateleiras das locadoras o DVD Lanterna Verde: Primeiro Vôo.

Na HQ em sete partes, iniciada na edição 9 da revista, coube ao elogiado time formado pelo roteirista Geoff Johns e o ilustrador brasileiro Ivan Reis a tarefa de atualizar a origem de Hal Jordan, o mais popular integrante da força da ordem intergalática conhecida como Tropa dos Lanternas Verdes.

O herói, criado na Era de Prata dos Quadrinhos, ganhou aqui uma gênese mais detalhada e pouco apressada, que busca explicar as suas mais profundas motivações. O destemido Jordan é mostrado se relacionando com dificuldade com humanos e alienígenas sem distinção, enquanto busca seu papel como homem e defensor. A série deixa também inúmeros ganchos para as próximas grandes sagas do Lanterna nos quadrinhos, amarrando ainda mais esses elogiados arcos de aventura e ficção científica.

Já o DVD pretende ser uma diversão mais fácil e abrangente. Na trama, o recruta da tropa dos Lanternas Verdes é colocado sob a supervisão do veterano Sinestro. Mas o terráqueo logo percebe que seu mentor é, na verdade, a figura central de uma conspiração secreta que ameaça a filosofia, as tradições e a hierarquia da Tropa dos Lanternas Verdes. Hal precisa dominar rapidamente seus novos poderes e combater a ameaça se quiser manter o equilíbrio do universo e a ordem na Tropa.

A animação é razoável, com alguns momentos inspirados e design interessante. A superficialidade do texto, porém, chega a incomodar. Não é dada qualquer atenção à família e amigos de Hal Jordan - algo que todo fã sabe que é fundamental no desenvolvimento do personagem -, a opção de matar ou deturpar certos membros da Tropa é bastante questionável e explicações sobre o funcionamento da força de paz universal e suas armas são apressadas. Cabe então à ação e aos bons cenários a tarefa de equilibrar a balança, culminando num excelente e super-heróico clímax (ainda que a tradução tenha arruinado completamente o clássico juramento dos Lanternas Verdes).

Resta saber o que Hollywood vai aprontar com o personagem, já que o filme está programado para lançamento mundial em 17 de junho de 2011. Será que o roteiro em que atualmente o diretor Martin Campbell mexe (a partir de texto de Marc Guggenheim, Greg Berlanti e Michael Green) aproveita as ótimas ideias e a contemporaneidade de Johns? ou ele buscará a abrangência aventuresca de Primeiro Vôo? Com as filmagens começando em novembro, na Austrália, as respostas não devem tardar. Enquanto isso, faça suas próprias opções nas locadoras e nas bancas.

Leia mais sobre Lanterna Verde