DVD e Blu-ray

Notícia

DVD: De volta para o futuro - A trilogia

DVD: De volta para o futuro - A trilogia

Érico Borgo
05.12.2002
01h00
Atualizada em
02.11.2016
09h12
Atualizada em 02.11.2016 às 09h12

Sabe a prateleira aventura da locadora? Aquela que mistura todo e qualquer coisa que ninguém sabe direito onde colocar? Poucos filmes merecem tanto essa classificação quanto os três que formam a trilogia De volta para o futuro. Trata-se de uma das melhores séries de aventura de todos os tempos e um dos melhores exemplos de como um filme pipoca deve ser!

A saga começou em 1985, com De Volta para o Futuro. Produzido por Steven Spielberg, dirigido por Robert Zemeckis (Contato, Forrest Gump), com trilha sonora antológica de Alan Silvestri (Lilo & Stitch, O retorno da Múmia) e canção-tema indicada ao Oscar (The power of love, de Huey Lewis and the News), o filme foi um sucesso imediato!

De Volta para o Futuro

None

De Volta para o Futuro

None

De Volta para o Futuro

None

De Volta para o Futuro

None

De Volta para o Futuro

None

De Volta para o Futuro

None

De Volta para o Futuro

None

Na semana de sua estréia atingiu o topo das bilheterias, desbancando O cavaleiro solitário (Pale rider, de Clint Eastwood, 1985) e superando produções da época como Os Goonies (The Goonies, de Richard Donner, 1985), Rambo II - A missão (Rambo: First blood part 2, de George P. Cosmatos ,1985) e Cocoon (idem, de Ron Howard, 1985). Além disso, foi uma das seis produções cinematográficas mais lucrativas dos anos oitenta, atrás apenas de E.T. - o extraterrestre, O retorno de Jedi, Um tira da pesada, Caçafantasmas e Batman.

Claro que tanto sucesso só poderia significar uma coisa... continuações.

De volta para o futuro - parte II (Back to the future part II), chegou aos cinemas em 1989 e tinha uma particularidade interessante... o filme acabava com um continua, no melhor estilo das histórias em quadrinhos ou seriados de televisão. É que as duas partes finais do filme foram rodadas ao mesmo tempo, da mesma forma como O Senhor dos Anéis ou The Matrix Reloaded/Revolutions estão sendo realizados atualmente.

Um ano depois, entrou em cartaz De volta para o futuro - parte III (Back to the future part III), o capítulo final da trilogia, finalmente concluindo a saga de Hill Valley, cidade na qual se passa toda a aventura.

A história

De volta para o futuro começa em 1985, quando somos apresentados a Marty McFly (Michael J. Fox), um típico adolescente norte-americano, aborrecido com a vida que leva, seus pais submissos, e preocupado apenas em levar a namoradinha para acampar.

Seu único amigo é o excêntrico Dr. Brown (Christopher Lloyd), que chama o garoto para presenciar um revolucionário experimento científico. A partir daí, depois de alguns contratempos, Marty acaba a bordo da máquina do tempo montada no interior de um DeLorean (sonho de consumo de TODOS os que assistiram ao filme na época), e embarca em uma incrível viagem, com destino ao ano de 1955.

Desnecessário dizer que Marty acaba alterando a ordem natural dos acontecimentos do passado, o que prejudica diretamente o futuro e ameaça sua própria existência. A idéia torna-se recorrente na série e diversas cenas são repetidas inúmeras vezes, por pontos de vista diferentes ou ligeiramente alteradas. A produção também se utiliza de pequenas sutilezas, como o nome do Shopping Center de Hill Valley, para mostrar como pequenos acontecimentos acidentais alteram o curso do tempo.

De 1955, Marty volta a 1985, viaja ao longínquo 2015, volta a 85, acaba preso em 55, faz uma missão de resgate em 1885 e finalmente consegue voltar ao seu ano de origem. Claro que tantas idas e vindas no tempo acabam gerando diversos furos de roteiro e explicações pouco convincentes, mas, sinceramente, quem se importa? A palavra-chave aqui é diversão! :-)

O DVD

Lançada recentemente no Brasil, a caixa De volta para o futuro - A trilogia, além dos três filmes, tem também mais de dez horas de extras, tudo legendado em português. São making-ofs, documentários de bastidores, depoimentos do elenco e da equipe (incluindo Robert Zemeckis e o co-roteirista Bob Gale), erros de gravação, cenas cortadas, storyboards comparativos, galerias de imagens, mini-documentários sobre efeitos especiais, os três trailers de cinema, clipe da música Doubleback (ZZ Top) e o sempre divertido recurso dos pop-ups, curiosidades da produção que aparecem em uma caixa flutuante durante todos os filmes.

Enfim, trata-se de um item indispensável em qualquer coleção, pra assistir de preferência como se fosse um filme só! Só não vou dizer que é a trilogia definitiva, porque a caixa do Poderoso Chefão também é nota 10 e ainda faltam ser lançados em DVD Star Wars - Trilogia original, os três Indiana Jones e O Senhor dos Anéis. Mas enquanto isso não acontece, Marty McFly segue dominando as prateleiras por aqui. ;-)