Doctor Who | O que esperar da 12ª temporada

Séries e TV

Lista

Doctor Who | O que esperar da 12ª temporada

Novos episódios serão lançados no Globoplay semanalmente a partir do dia 31

Julia Sabbaga
29.01.2020
12h36

O novo ano de Doctor Who já tem certos elementos aguardados pelo público, como o retorno de algumas criaturas familiares, mas muito da 12ª temporada ainda segue misteriosa. A temporada, que marcará a segunda de Jodie Whittaker no papel de Senhor do Tempo, já estreou lá fora, mas chega ao Brasil no fim deste mês.

Para celebrar a estreia e acalmar a ansiedade, o Omelete foi convidado para conversar com Jodie Whittaker, ao lado de Mandip Gill (Yasmin Khan) e Tosin Cole (Ryan Sinclair), e o trio deu diversas dicas sobre o que esperar do novo ano, desde a energia geral dos episódios até a confirmação do retorno de vilões e a possível aparição de personagens antigos. Confira abaixo tudo que descobrimos na nossa conversa com os atores. 

A 12ª temporada de Doctor Who estreia em 31 de janeiro no Globoplay, e os episódios serão disponibilizados semanalmente. A plataforma já disponibilizou as temporadas anteriores em seu catálogo. 

Novos acontecimentos históricos

Durante a 11ª temporada, a Doutora e seus companions passaram por certos momentos históricos reais marcantes, como no episódio da Rosa Parks ou da Partição da Índia, e isto deve acontecer também no novo ano. Whittaker, no entanto, disse que os momentos devem seguir um novo rumo: 

"Existem episódios com importâncias históricas, novos mundos, e assuntos atuais, mas não há necessidade de repetir as coisas". 

A intérprete da Doctor também disse que estes fatos históricos podem ganhar algumas mudanças na série: "Vamos retornar para momentos na história que a gente pode achar que são familiares, mas não necessariamente do ponto de vista que nós vemos”.

Criaturas familiares: Judoon, Cybermen e... Daleks?

A presença de algumas criaturas familiares aos fãs de Doctor Who já foram anunciadas para a 12ª temporada, mas Whittaker, Gill e Cole explicaram melhor o que podemos esperar de cada um deles. Os Judoon, policiais galácticos, foram um dos mais divertidos para o elenco, e Whittaker disse que a presença deles não será gratuita.

Os Judoon farão parte de uma investigação relevante e, segundo Whittaker, "a história exige a presença deles, e é um arco grande o suficiente para eles voltarem". A intérprete de Yasmin elogiou as criaturas, dizendo que são as mais legais de contracenar: "Ai meu Deus, eles são tão épicos, não? É tão divertido. Eles são rinocerantes gigantes!". 

O elenco também confirmou a presença de Cybermen, explicando que o retorno terá algum aceno para quem acompanha Doctor Who há tempos: "Esta será uma narrativa muito interessante para whovians que conhecem todos aqueles episódios passados", disse Whittaker. "Mas também se este é o seu primeiro encontro com os cybermen, também te surpreenderá". 

O Omelete também questionou a aparição de Daleks, e apesar de não ter confirmado, o trio também não quis negar a presença do arqui-inimigo clássico: "Não podemos responder isso! Sinto muito", lamentou Whittaker. 

Mais liberdade, menos pressão

Segundo Whittaker, a 12ª temporada libertou o elenco de diversas pressões, já que a parte de conquistar fãs e estabelecer novos personagens e ritmos já foi realizada. Para a Doutora, o novo ano "é mais familiar e confortável". 

Para Cole, há um sentimento mais leve, mais o elenco ainda "tem que se certificar que o padrão está alto, e que ainda há um sentimento Doctor Who".

Um possível romance?

Mandip Gill falou um pouco sobre a química entre Yasmin e Ryan, explicando que a nova temporada pode reacender as chamas de um romance entre os dois. Relembrando que uma faísca fez parte da relação dos personagens no início da 11ª temporada, ela disse que Yasmin é como qualquer garota: "Ela desencanou dele. Mas ela pode querer de novo. Ela é como qualquer uma, a gente às vezes gosta deles, às vezes não". 

Mas sobre o futuro e a possibilidade de um relacionamento, Gill foi misteriosa e desconversou: "a gente não pode comentar!".

O retorno de Billie Piper?!

O Omelete não perdeu a oportunidade de sondar a veracidade de algumas especulações que rolam pela internet, e questionou Whittaker sobre a possibilidade de retorno da personagem de Billie Piper, Rose Tyler. Imediatamente, Whittaker respondeu: "A gente não pode falar!". 

Pressionada, a atriz indicou que a possibilidade é real: "Nós não queremos revelar porque existem rumores que são apenas rumores, mas existem coisas que...", ela disse, sem conseguir terminar. 

"Entenda que o que a gente guarda em segredo é porque vale a pena. Como arco geral, vai valer a pena saber ou não de antemão". 

Um arco maior e episódios em várias partes

Uma das maiores revelações do elenco foi que a 12ª temporada terá um arco maior, que unirá toda a jornada dos personagens durante cada um dos episódios. Isso exigirá que o ano tenha alguns episódios divididos em mais de uma parte. O primeiro episódio do ano, que irá ao ar em 31 de janeiro no Brasil, já é um deles:

"O primeiro episódio será dividido em dois, e teremos um outro ainda, no meio da temporada. Mas além disso teremos um grande arco da temporada, um tema comum que será desenvolvido durante toda a temporada", revelou Whittaker.

Timeless Child e o arco dos personagens

Quando a intérprete da Doutora revelou um arco maior, já ficou indicado que talvez isso estivesse relacionado ao mistério da Timeless Child, termo mencionado na 11ª temporada, que ficou em aberto. Quando questionada sobre isso, a atriz respondeu indicou que sim, mas não confirmou: "pode ser que seja relacionado a isso".

Whittaker também fez questão de dizer que, mesmo que o arco geral seja sobre Timeless Child, "a jornada através desta temporada é relacionada a todos os envolvidos, não apenas para a Doutora".

E por isso, um fim aberto

Celebrando o fato de ter sido confirmada em mais uma temporada de Doctor Who, Whittaker revelou que, por isso, além do desenvolvimento do arco dos personagens, a 12ª personagem deve acabar com um cliffhanger

"Esta não será minha última aventura", revelou. "Então as coisas não foram escritas de modo a encaixar tudo em duas temporadas, para finalizar, concluir". Assim, o novo ano deve deixar questões ainda não-resolvidas a serem trabalhadas na 13ª temporada.