Como The Mandalorian trouxe a esperança de Star Wars de volta em novo episódio

Créditos da imagem: Divulgação

Séries e TV

Artigo

Como The Mandalorian trouxe a esperança de Star Wars de volta em novo episódio

Esperada participação de Jedi aconteceu de forma épica e extremamente simbólica

Camila Sousa
18.12.2020
10h34
Atualizada em
18.12.2020
17h00
Atualizada em 18.12.2020 às 17h00

[Cuidado com grandes spoilers de The Mandalorian abaixo]

Quem é fã de Star Wars sabe (e sente) que a esperança é um dos maiores temas da franquia criada por George Lucas. Inclusive, o título do Episódio IV, o filme que deu início à saga em 1977, é Uma Nova Esperança por tratar da chegada de Luke Skywalker, o jovem que tem um grande poder na Força e está destinado a fundar uma nova ordem Jedi no futuro. Por conta de todo esse histórico, foi emocionante ver a participação do personagem no episódio final da segunda temporada de The Mandalorian.

Já faz tempo que a série do Disney+ traz personagens conhecidos da franquia na forma de um fan service de qualidade - aquele que aquece o coração dos fãs, mas também faz sentido dentro da trama. Depois de Boba Fett, Ahsoka Tano e alguns outros, ter Luke Skywalker usando todos os seus poderes como um Jedi formado trouxe aos fãs da franquia um sentimento único de reconhecimento e satisfação.

Na Trilogia Clássica, Luke ainda está em treinamento e descobrindo seus poderes Jedi. Ele falha e acerta diversas vezes em busca de entender como lidar com a Força e com tudo o que está acontecendo na galáxia. Em O Retorno de Jedi, ele já está perto de ser um cavaleiro completo, mas os fãs veem pouco disso: no momento em que Luke alcança todo seu potencial, a trilogia acaba e só voltamos a ver o personagem nos novos filmes, já desiludido com os ensinamentos Jedi, e em alguns flashbacks mostrando os acontecimentos com Kylo Ren. Ao trazer Luke com seu potencial completo, The Mandalorian entrega aos fãs de Star Wars algo que não é exatamente inédito na franquia, mas tem feito falta: a esperança.

Além da parte de ação muito bem montada, com Luke destruindo um exército de Dark Troopers, a sequência também traz esse sentimento de satisfação com a trilha sonora, que torna tudo ainda mais emocionante, e com o desfecho do que parece ser o primeiro arco de The Mandalorian: Luke leva Grogu/Baby Yoda para ser treinado e, de quebra, os fãs ainda ganharam uma aparição de R2-D2, que tornou todo o momento ainda mais especial.

Com a finalização do arco de Baby Yoda, fica a dúvida sobre qual será o futuro de The Mandalorian. Uma segunda aparição de Luke Skywalker talvez nunca aconteça porque não deve se encaixar na nova história que será construída, mas está tudo bem. A aparição do Jedi que representa a esperança já foi uma grande recompensa para os fãs que acompanharam a série até aqui e que esperam ansiosamente pela terceira temporada, prevista para dezembro de 2021.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.