RL Stine, de Outra Dimensão, rejeita universo à la Marvel: “Odeio consistência”

Créditos da imagem: R.L. Stine, autor das graphic novels que inspiraram Outra Dimensão (Reprodução/Instagram)

Séries e TV

Notícia

RL Stine, de Outra Dimensão, rejeita universo à la Marvel: “Odeio consistência”

Autor, ícone da literatura infantojuvenil, fala ao Omelete sobre a nova série do Disney+

Caio Coletti
11.10.2021
13h00

R.L. Stine é uma instituição da literatura infantojuvenil americana. Embora os seus livros (e as séries e filmes inspirados neles) façam sucesso no mundo todo - ainda em 2008, a estimativa era que suas obras tivessem vendido 400 milhões de cópias globalmente -, é nos EUA natal do escritor de 77 anos que o seu nome se tornou realmente indissociável do entretenimento de terror e ficção científica para jovens.

Outra Dimensão, série antológica que chega nesta quarta-feira (13) ao Disney+, é a segunda grande adaptação de Stine de 2021 - a primeira foi Rua do Medo, trilogia de filmes que bombou na Netflix em julho. Com um catálogo de mais de 400 obras (é sério!) e o sucesso de cada um dos projetos em que toca, o próximo passo parece óbvio: que tal um universo compartilhado de R.L. Stine?

Não, eu odeio isso!”, rejeita o autor em entrevista coletiva da qual o Omelete participou. “Eu odeio consistência. Eu fiz quadrinhos para a Marvel alguns anos atrás, e eles me perguntaram qual personagem eu gostaria de escrever. Escolhi o Homem-Coisa, porque ele mora em um pântano sozinho, sem nenhuma relação com o universo maior da Marvel. Eu não consigo lidar com tudo isso, é coisa demais para mim. É por isso que tudo o que eu escrevo começa do zero - todo livro, e todo episódio desta série, é uma história diferente. Eu não gosto de conectar histórias, e acho que não seria bom nisso.

Melhor para Seth Grahame-Smith (LEGO Batman, It: A Coisa), o showrunner de Outra Dimensão, que estava procurando por um projeto desse tipo. “A ideia de fazer uma antologia era interessante para mim, de contar uma história nova a cada episódio, com um novo elenco. Eu também não gosto muito de consistência”, brinca ele.

Ao exemplo de Black Mirror ou Além da Imaginação, a produção do Disney+ aborda várias histórias diferentes em que crianças e adolescentes são confrontadas com eventos sobrenaturais ou - no mínimo - muito estranhos. Em um dos capítulos, um menino (Gabriel Bateman, do remake de Brinquedo Assassino) descobre que os pais são alienígenas; em outro, uma adolescente (Lexi Underwood, de Little Fires Everywhere) fica presa em um teatro antigo com uma trupe de atores “do além”.

Além da Imaginação, aliás, é uma grande influência em Outra Dimensão, cujas histórias foram originalmente publicadas em formato de graphic novel, pela BOOM! Studios. “Rod Serling [criador de Além] é um dos meus heróis, e eu assisti à versão original enquanto passava na TV!, confessa Stine. “Acho que Outra Dimensão tem muito disso: temos histórias de fantasia, de ficção científica, de terror… Você nunca sabe o que vai acontecer quando aperta play”.

Megan Stott em episódio de Outra Dimensão (Reprodução)

Mesmo que suas obras estejam sendo adaptadas para o cinema, a TV e o streaming há mais de 20 anos, Stine ainda fica animado quando um novo projeto está prestes a ser lançado. “É sempre excitante para mim [ver o que outros artistas fazem com meu material]. Estou sempre escrevendo os livros sozinho, mas quando outros escritores abordam minhas histórias, vão inevitavelmente ir pelos seus próprios caminhos. É muito legal observar isso, mas também gosto quando as pessoas vêm até mim e dizem: ‘O livro é melhor’”, brinca.

O processo fica mais fácil quando a dinâmica entre escritores é tão boa quanto aquela que existe entre Stine e Grahame-Smith. “Seth é incrível. Me diverti muito trabalhando com ele”, elogia o autor dos livros. E eu gosto de R.L. justamente porque ele está sempre me dizendo o quanto eu sou bom. É um relacionamento maravilhoso!”, emenda o roteirista.

“Eu nunca amadureci, esse é meu segredo”

Lexi Underwood em episódio de Outra Dimensão (Reprodução)

Falando com o elenco de Outra Dimensão, é mais fácil entender a dimensão que as obras de Stine tomaram no cânone literário americano. O trabalho dele sempre será atemporal. R.L. sempre esteve à frente do seu tempo, e continuará estando. Eu cresci lendo Goosebumps, que começou a ser publicado em 1992, enquanto Outra Dimensão começou a sair em 2001, dois anos antes de eu nascer - e, mesmo assim, aqui estamos nós falando sobre a série!”, comenta Lexi Underwood.

Cada um dos atores tem seus próprios favoritos do catálogo do autor: Jy Prishkulnik (The Birch), que vive uma bruxa no episódio “Which Witch” (1x03), cita a franquia A Baby-Sitter, em que uma babá é aterrorizada pelo pai da criança de quem está cuidando; Megan Stott (também de Little Fires Everywhere) e Cedric Joe (Space Jam: Um Novo Legado) levantam o nome de Slappy, o aterrorizante boneco de ventríloquo que toma vida em alguns dos livros de Goosebumps.

Eu tenho uma relação de amor e ódio com bonecos assustadores. Adoro esse tipo de história, mas também tenho medo deles!, brinca Joe, citando Chucky e Annabelle como outros exemplos. A popularidade absurda de Goosebumps coloca Slappy bem ao lado do protagonista de Brinquedo Assassino e da boneca amaldiçoada de Invocação do Mal como representante icônico do “horror de brinquedo” nos EUA.

Jy Prishkulnik e Sarah Borne em cena de Outra Dimensão (Reprodução)

Mas como atravessar as décadas e continuar marcando gerações de leitores (e espectadores) mirins? Stine tem uma resposta pronta: Eu nunca amadureci, esse é meu segredo. É por isso que crianças e pré-adolescentes sempre foram meu público, eles estão no meu nível”.

Falando sério, no entanto, ele confessa que passa muito tempo pesquisando e tentando se atualizar sobre o que jovens estão “vestindo, ouvindo, jogando e falando”: É uma parte enorme do meu trabalho. Sou um cara velho, não quero soar alienado”.

O autor acredita que estejamos vivendo em “uma época muito assustadora, especialmente para crianças”. “Fico feliz de poder continuar escrevendo esses livros, porque são um bom escape para elas. [...]  O que mais me orgulha é ter introduzido milhões de crianças à leitura. Crianças que leram um de meus livros e pensaram: ‘Ei, eu posso me entreter com isso’”. completa.

Quando perguntado sobre o efeito que suas obras assustadoras têm nos leitores, enquanto isso, ele responde com característico bom humor: Essa pergunta só vocês podem responder! Vocês estão bem? Está tudo ok por aí?.

Outra Dimensão lança sua primeira temporada completa, com 8 episódios, na próxima quarta-feira (13) no Disney+.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.