HQ/Livros

Artigo

Conheça Cable, o mutante que estará em Deadpool 2

Tim Miller diz que personagem permitirá uma "dinâmica interessante" com o mercenário

Marcelo Hessel
15.02.2016
18h38
Atualizada em
29.06.2018
02h36
Atualizada em 29.06.2018 às 02h36

Antes mesmo de ser confirmado no futuro Deadpool 2, na cena pós-créditos do filme que estreou neste fim de semana, o mutante Cable já estava nos planos do diretor Tim Miller para a continuação. Em entrevista ao Omelete, ele fala sobre essa expectativa.

None

"Eu já ouvi diversos planos [na Fox] em relação a integrar Deadpool no universo dos X-Men, mas no momento não há nada sério", comenta Miller na entrevista, feita em dezembro. "Mas temos várias histórias tiradas dos quadrinhos que podem ajudar, como a parceria de Deadpool com Cable, esse cara vindo do futuro com uma missão muito específica, um tipo sisudo que permite uma dinâmica interessante com Deadpool. E a gente pode usar se
quiser, embora ele também integre o universo dos X-Men."

Mas, afinal, quem é Cable e qual é essa missão "muito específica"? Criado em 1986 pelo roteirista que redefiniu os X-Men, Chris Claremont, Cable é o filho de Scott Summers, o Ciclope, com Madelyne Pryor, a clone de Jean Grey. Depois de aparecer primeiramente como o bebê Nathan Summers em Uncanny X-Men #201 (fruto de experimentos genéticos do Sr. Sinistro, cujos desdobramentos depois envolveriam o renascimento de Jean Grey, o divórcio de Scott e a queda de Madelyne para o lado dos vilões), Cable aparece como adulto em The New Mutants #87, de 1990. Só em 1993, quando Cable já tem sua série própria, a Marvel revela de fato que Nathan e Cable são a mesma pessoa.

Resultado de testes de laboratório, Cable tem habilidades mutantes de telepatia e telecinese, que com os anos variam de intensidade de HQ para HQ (certa vez Cable foi capaz de erguer a cidade de Providence enquanto combatia o Surfista Prateado). Como sua versão adulta foi definida pelo desenhista Rob Liefeld, numa época dos quadrinhos marcadas pelos exageros anatômicos e de arsenal, Cable é mais conhecido por suas armas pesadas e sua musculatura, formada por membros tecnorgânicos, como o olho esquerdo reluzente (que permite ver mais longe e em espectro infravermelho) e o braço esquerdo todo metálico. Essas partes tecnológicas dão ao mutante superforça e resistência, e com elas Cable pode também interagir com máquinas.

Completa o pacote de poderes a peça fundamental da identidade de Cable: o dom de viajar no tempo. Séculos no futuro, quando a Terra é governada por Apocalipse, e Nathan Summers fica mantido em incubação para preservar sua vida, o mutante é reverenciado pelo Clan Askani como seu salvador, o único capaz de destronar o tirano. Essa suposta profecia é um dos motivos que fazem Apocalipse atacar Cable e infectá-lo com um vírus tecnorgânico (que terminaria tomando o seu lado esquerdo do corpo, daí a aparência de ciborgue). A tal missão "muito específica" de Cable - que o faz viajar pelo tempo até o Egito antigo, depois ao século 20 - é impedir que Apocalipse conquiste o poder.

Como a história de Apocalipse já está sendo contada neste ano no cinema, no novo filme dos X-Men, o caminho fica aberto para que Deadpool utilize Cable à sua maneira. Nos quadrinhos, os dois criam um elo genético e psíquico, quando Deadpool participa de um teleporte com Cable - depois disso, sempre que um utiliza o teletransporte o outro é carregado junto. Nas HQs, Cable e Deadpool dividiram uma série entre 2004 e 2008, que durou 50 edições e é uma das fases do mercenário mais queridas dos leitores.

Nela, Cable e Deadpool viajam pelo tempo, por dimensões paralelas, seja como parceiros ou como antagonistas, e frequentemente um cuida do outro, como quando o bebê Nathan sobra nas mãos de Deadpool, que tem a missão de protegê-lo. Se optar por uma continuação desregrada, que não se limita apenas à dinâmica estabelecida (com Deadpool galhofeiro e imprevisível e Cable sisudo e determinado), a Fox pode juntar Deadpool, Cable Bebê & Cable Adulto numa ficção científica à moda De Volta para o Futuro (ou, no caso, meio Bill & Ted) bem divertida.