Séries e TV

Artigo

Titãs | Entenda a cena pós-créditos da 1ª temporada

Segundo ano contará com adição de dois novos personagens

Arthur Eloi
17.01.2019
12h07

Titãs, série de TV do DC Universe, concluiu sua primeira temporada nos Estados Unidos no fim de 2018 - chegando no Brasil apenas em janeiro de 2019 pela Netflix. O seriado trouxe sua própria interpretação dos quadrinhos da DC Comics, colocando foco na jornada de Dick Grayson (Brenton Thwaites) em distanciar-se do Batman, ao mesmo tempo que forma e lidera sua equipe de desajustados.

Por outro lado, a cena pós-créditos do programa apresentou algo até-então não visto neste universo televisivo: Metropolis, a cidade-natal do Superman - mas não é o herói que dá as caras. Os momentos finais introduzem Kon-El, o Superboy.

Originalmente apresentado nas HQs do Homem de Aço durante o fim dos anos 90, o Superboy é uma tentativa de clonar o Superman durante a era onde o mesmo estava morto e ainda não havia retornado. O jovem é uma combinação do DNA kryptoniano do falecido herói com DNA humano, o que é o suficiente para estabilizar sua composição mas não o bastante para garantir os mesmos poderes, como voar. O personagem teve uma versão popular na TV com a animação Justiça Jovem, em que é o resultado da combinação dos genes do Superman com Lex Luthor.

A cena de Titãs é ambientada momentos após o Superboy escapar de seu tanque criogênico, no laboratório onde foi criado em Metropolis. O cenário é tomado por corpos, mostrando a violência que ocorreu ali, e acompanha o personagem atacando o último cientista sobrevivente. Após isso, ele é mostrado resgatando Krypto, o Supercão.

O cachorro, por sua vez, foi originalmente apresentado na Adventure Comics #210, de 1955, e tem forte conexão com o Superboy - apesar dos dois terem inicialmente se estranhado. Krypton era o mascote de Jor-El, pai do Superman, e foi enviado antes para a Terra pelo cientista como forma de testar a nave e a rota que mais tarde seriam usadas por Kal-El. Por ser um kryptoniano, o cão tem poderes e sentidos ainda mais aguçados que o dos humanos. Na TV, o personagem já foi protagonista de sua própria animação, e também estava presente em Smallville.

É importante notar que, até o momento, ainda não há ator escalado para interpretar o Superboy - o que explica todas as suas cenas serem escuras desse jeito, já que trata-se apenas de um dublê. Com isso, a versão final do personagem deve ser um pouco menos musculosa que o intérprete-provisório. Além disso, ainda não há detalhes oficiais sobre como a série introduzirá o núcleo do Superman, mas é possível especular que o programará tomará uma abordagem mais parecida com a animação Justiça Jovem, que conta com uma versão mais "esquentada" do herói e também é da DC Universe, o que facilitaria a adaptação de alguns arcos.

Seja como for, ainda não há previsão de estreia para a segunda temporada de Titãs - que está garantida antes mesmo da estreia do ano um.