Montagem com imagens de Lobo, Robin e Impulso/DC Comics

Créditos da imagem: DC Comics/Divulgação

HQ/Livros

Lista

8 personagens da DC que merecem aparecer em filmes e séries

Biblioteca rica da editora conta com diversos nomes que poderiam ser aproveitados em produções live-action

Nicolaos Garófalo
18.06.2020
19h38
Atualizada em
18.06.2020
21h06
Atualizada em 18.06.2020 às 21h06

Embora o universo da DC fora dos quadrinhos esteja em constante expansão, com filmes e séries novas sendo anunciados constantemente, alguns personagens da editora acabam esquecidos pelos produtores, que preferem usar nomes mais conhecidos para atrair os fãs. Com isso, diversos heróis e vilões do selo, por melhores que sejam suas aventuras nas HQs, nunca são levados às telas, a não ser em passagens rápidas ou easter eggs.

Após o anúncio do evento online DC FanDome, vale a pena sonhar com a chegada de algumas propriedades “esquecidas” ao mundo live-action. Confira abaixo uma lista com oito personagens que merecem uma chance na frente das câmeras:

Impulso

Divulgação

Neto de Barry Allen, Bart Allen nasceu no século XXX e foi treinado por Wally West, Max Mercúrio e Jay Garrick para se tornar o jovem herói Impulso. Alegre, inteligente e, obviamente, impulsivo, ele se juntou a Conner Kent/Superboy e Tim Drake/Robin III para formar a Justiça Jovem original das HQs. Com o passar do tempo, Bart chegou a integrar os Novos Titãs e a Liga da Justiça, usando, respectivamente, os mantos de Kid Flash e Flash. O garoto chegou a aparecer em dois episódios de Smallville, vivido por Kyle Gallner, mas nunca teve seu potencial devidamente explorado.

Enquanto a ligação familiar de Bart com Barry corre o risco de passar uma sensação de trama requentada por causa do arco de Nora (Jessica Parker Kennedy) na 5ª temporada, sua personalidade torna o garoto uma ótima adição ao elenco da série The Flash, da CW. Com a demissão de Hartley Sawyer da série por causa de comentários preconceituosos, o Impulso pode facilmente substituir o Homem-Elástico não só como aprendiz do herói vivido por Grant Gustin, mas como o grande alívio cômico.

Sina

Divulgação

Embora seja membro da Turma Titã original ao lado de Dick Grayson, Donna Troy, Aqualad e Ricardito, Lilith Clay passa despercebida em muitas retrospectivas sobre a equipe. Conhecida como Sina, a heroína é uma telepata extremamente poderosa e consegue prever um futuro próximo, poder que se mostra extremamente útil em sua luta contra o crime. Além disso, Lilith é basicamente uma semideusa, já que é filha de um humano com a titã grega Thia.

Enquanto sua ligação com a equipe a torna uma candidata perfeita para aparecer em episódios futuros de Titãs, do DC Universe, as origens míticas de Sina permitiriam que a personagem fosse adaptada pela franquia cinematográfica da Mulher-Maravilha. Além disso, por ser menos conhecida pelo grande público, Lilith teria lugar em uma produção do Esquadrão Suicida, em que poderia usar seus poderes de ver o futuro de maneira criativa.

Tim Drake/Robin III

Divulgação

Embora tenha perdido um pouco de espaço nos quadrinhos desde o Renascimento da DC, Tim Drake tem um lugar especial no coração de toda uma geração de fãs. Afinal, o terceiro Robin do cânone da editora passou 20 anos como o Menino Prodígio, título que usou para liderar a Justiça Jovem e os Novos Titãs. Favorito de grande parte dos leitores, Tim tem uma capacidade investigativa comparável à do próprio Batman.

Com Dick Grayson e Jason Todd ocupando as vagas de Robin em Titãs, seria interessante ver o personagem dar as caras em produções como Batwoman, onde ele pode servir de ajudante da heroína que substituirá Kate Kane, ou em sequências de The Batman.

Besouro Azul

Divulgação

Embora existam três versões do Besouro Azul no total, duas merecem atenção especial de produtores. Ted Kord, o segundo herói a usar o manto, e Jaime Reyes, o terceiro, têm diferentes habilidades e se encaixam em diversas produções live-action diferentes.

Com o escaravelho alienígena que lhe dá poderes, Jaime poderia aparecer em Titãs, Stargirl e até mesmo em The Flash, onde sua juventude estaria de acordo com as características destas séries. Já Ted, um inventor brilhante, mas também irreverente, encontraria com facilidade uma vaga em Legends of Tomorrow, especialmente após a saída do Eléktron de Brandon Routh.

Por outro lado, Ted seria melhor aproveitado se unido a seu grande parceiro das HQs, de quem falaremos a seguir.

Gladiador Dourado

Divulgação

Jogador de futebol americano nascido no século XXV, Michael Carter foi banido do esporte após descobrirem que ele estava apostando e manipulando resultados dos próprios jogos. Trabalhando em um museu de super-heróis, ele começa a estudar os principais nomes do século XX e, desejando fama, rouba o robô Skeets, um anel de voo da Legião dos Super-Heróis e um traje que lhe proporciona super-força e dispara lasers. Sob a identidade de Gladiador Dourado, ele volta ao passado para se tornar rico e reconhecido. Embora seja relativamente petulante e egoísta, Michael consegue entrar para a Liga da Justiça, onde começa uma grande parceria com Ted Kord, o segundo Besouro Azul.

Embora já tenha aparecido rapidamente em Smallville, o Gladiador seria uma adição bem-vinda ao mundo live-action da DC. Sua personalidade difícil e presença nas redes sociais podem ser adaptadas, por exemplo em Shazam!, Legends of Tomorrow ou até mesmo Esquadrão Suicida, mas é não é difícil imaginar uma comédia de dupla policial estrelada por Michael e Ted.

Carrie Kelley/Robin

Divulgação

Criada por Frank Miller como a Robin de O Cavaleiro das Trevas, Carrie Kelley segue sendo uma das favoritas dos fãs mesmo 30 anos após sua criação. Extremamente habilidosa e leal, a garota se juntou à cruzada do Batman contra a onda criminosa de Gotham por vontade própria e chegou a salvar o Homem-Morcego da morte em sua primeira “missão” com o colete vermelho.

Carrie, aliás, era a favorita de Zack Snyder para se tornar a Robin caso seus planos no DCEU tivessem ido para frente. Caso os planos do diretor sejam reaproveitados por Matt Reeves, a garota muito provavelmente seria recebida de braços abertos pelos fãs, especialmente aqueles pelos mais nostálgicos pela obra clássica de Miller.

Lobo

Divulgação

Fãs pedem há anos por uma aparição do Lobo em mídias live-action. Com super-força, sentidos aguçados e uma capacidade de cura que praticamente o tornam imortal, o mercenário czarniano já atuou como vilão, anti-herói e até membro da Liga da Justiça nos quadrinhos.

Um dos maiores guerreiros do universo, ele seria um oponente formidável para o Superman, seja na série Superman & Lois, do Arrowverse, ou em uma possível sequência de O Homem de Aço nos cinemas. O mercenário espacial chegou a ser apresentado na segunda temporada da série Krypton, mas a produção foi cancelada antes do Lobo desenvolver seu potencial como personagem.

Super Gêmeos

Divulgação

Criados para a animação Super Amigos, os Super Gêmeos Zan e Jayna rapidamente ganharam o público por sua dinâmica fraternal, visual colorido e poderes de mudar de forma, chegando às páginas da DC em 1977, mesmo ano de sua estreia televisiva. A dupla, ao lado do macaco Gleek, teve um grande desenvolvimento nas HQs, lutando ao lado da Justiça Jovem e da Liga da Justiça.

Ver Zan e Jayna em live-action é um desejo antigo dos fãs. Embora tenham aparecido em um episódio de Smallville, a série da CW mudou as origens dos irmãos, que apareceram na produção como meta-humanos ao invés de alienígenas, desagradando demais o público. A emissora agora tem uma nova chance de apresentar os Super Gêmeos com o Arrowverse, que já fez uma pequena referência a Gleek no final do crossover Crise nas Infinitas Terras.