Dan DiDio, co-editor-chefe da DC, deixa a editora após 10 anos no cargo

Créditos da imagem: DC Comics/Divulgação

HQ/Livros

Notícia

Dan DiDio, co-editor-chefe da DC, deixa a editora após 10 anos no cargo

Roteirista supervisionou eventos históricos como Novos 52 e Renascimento

Nicolaos Garófalo
22.02.2020
00h03

Um dos principais nomes da DC Comics no século XXI, Dan DiDio deixou a editora depois de 18 anos de trabalho. O roteirista, que vinha atuando como editor-chefe ao lado de Jim Lee desde 2010, foi um dos supervisores dos retcons recentes Novos 52 (2011) e Renascimento (2016-2017) (via Deadline).

Por enquanto, os motivos do desligamento de DiDio não foram confirmados e também não se sabe se a mudança afetará o evento Generation Zero: Gods Amongs Us, anunciada na Comic Con de Nova York de 2019 e que deve reintroduzir algumas histórias e personagens apagados em Novos 52. Também não existem informações sobre outro projeto do roteirista, a minissérie em 12 edições Metal Men, atualmente em publicação pela DC.

DiDio, que chegou na editora como vice-presidente editorial em 2002, deixa na DC um legado de retomada ao topo de vendas, impulsionado tanto por Novos 52, do qual foi um dos principais nomes, quanto por sua estratégia de criar edições exclusivas de HQs para franquias como Walmart e Target. A prática eventualmente foi expandida para diversas lojas especializadas em quadrinhos.

A DC não anunciou se o roteirista será substituído ou se Lee ficará sozinho no cargo de editor-chefe.