Batwoman | Ruby Rose denuncia abusos e morte de dublês no set

Créditos da imagem: Ruby Rose em Batwoman (Reprodução)

Séries e TV

Notícia

Batwoman | Ruby Rose denuncia abusos e morte de dublês no set

Atriz citou produtor, showrunner e colegas de elenco por nome no Instagram

Caio Coletti
20.10.2021
09h20

Ruby Rose denunciou supostos abusos no set de Batwoman durante a madrugada de hoje (20), pedindo aos fãs que parassem de perguntar a ela sobre a possibilidade de retornar à série da DC após a sua estadia de apenas uma temporada no papel de Kate Kane.

Em uma série de stories em seu Instagram, Rose mostrou as muitas lesões que sofreu durante as gravações da série, e relatou como o produtor Peter Roth e a showrunner Caroline Dries a obrigaram a voltar ao trabalho meros 10 dias depois de uma cirurgia de emergência.

Segundo ela, o produtor ainda se comportava de maneira inapropriada com outras funcionárias mulheres no set - por exemplo, pedindo que elas passassem suas calças à vapor enquanto ele ainda as vestia, o que obrigava as funcionáras a tocá-lo "perto da região da virilha", nas próprias palavras da atriz. Por fim, Roth também teria contratado um detetive particular para seguir Rose. 

Enquanto isso, as condições inseguras no set de Batwoman também causaram acidentes envolvendo outras pessoas. De acordo com Rose, um membro da equipe de gravações ficou com queimaduras de 3º grau no rosto, dois dublês morreram, e uma mulher ficou quadriplégica.

Ainda segundo a atriz, a CW não permitiu que ela comparecesse à San Diego Comic-Con para promover Batwoman, e ao invés disso a fez gravar um vídeo para a convenção justificando sua ausência. No entanto, Rose recebeu ordens para "cobrir suas cicatrizes" na gravação, a fim de não revelar os acidentes ao público.

Trabalho na covid-19

A showrunner Dries, segundo Rose, foi quem insistiu para que Batwoman continuasse filmando nos estágios iniciais da pandemia de covid-19, mesmo enquanto outras séries da DC/CW, como The FlashSupergirl, já tinham paralisado suas produções.

Rose também relatou que Dries raramente era vista no set. De acordo com ela, Dries visitou as gravações "4 ou 5 vezes" durante o período de um ano em que Rose ficou no papel de Kate Kane, algo "completamente anormal" para a posição de showrunner.

Os colegas de elenco Dougray ScottCamrus Johnson também apareceram no desabafo de Rose. O primeiro é definido por ela como "completamente anti-profissional" - Rose descreve como ele "chegava na hora que queria, e ia embora na hora que queria", além de seus ataques de fúria no set, especificamente contra funcionárias mulheres da equipe.

Já Johnson foi apontado pela atriz como o responsável pelos vazamentos de informação do set para a imprensa. "Ele era um garoto egomaníaco, que trabalhava um dia por semana e teve a audácia de achar que sabia o que estava acontecendo", escreveu.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.