Séries e TV

Notícia

Rick and Morty | Dan Harmon pede desculpas após polêmica com esquete antiga

Em vídeo de 2009, co-criador de Rick and Morty simula abuso sexual

Julia Sabbaga
24.07.2018
07h58

Dan Harmon, criador de Rick and Morty Community, emitiu um pedido de desculpas após uma esquete de 2009, em que simula abuso sexual com uma boneca, ter sido resgatada. Em declaração obtida pela Variety, Harmon diz:

"Em 2009, eu fiz um 'piloto' que buscava parodiar a série Dexter, que acabou sendo apenas ofensiva. Eu rapidamente percebi que o conteúdo era desagradável demais e retirei o vídeo imediatamente. Ninguém deveria ver o que vocês viram, e por isso, peço sinceras desculpas". 

A polêmica surgiu poucos dias após James Gunn ser demitido da Mavel por piadas antigas sobre estupro e pedofilia.

O vídeo, chamado de Daryl, foi originalmente publicado em 2009 no Channel 101, antigo site de esquetes que Harmon conduzia com Justin Roiland, cocriador e dublador de Rick and Morty. O vídeo, segundo a descrição do Comic Book, tem cinco minutos de duração e mostra Harmon entrando em uma sala pela janela, abaixando as calças e esfregando suas genitais em um boneco de bebê.

Enquanto a página original ainda está ativa, já não é mais possível ver a esquete por lá. A sinopse do episódio apenas diz: "Originalmente feito para o Showtime, Dan Harmon apresenta uma nova série sobre o lado sombrio da terapia". É importante ressaltar que a emissora não estava envolvida, e sim que o vídeo era uma paródia de Dexter, popular série criminal do canal. 

Assim que o vídeo passou a ser discutido novamente e acusações chegaram ao perfil de Harmon, o criador deletou sua conta no Twitter. O nome de Harmon passou então a integrar os trending topics com usuários polarizados discutindo a natureza das acusações, o vídeo e relembrando que Rick and Morty também já fez piadas de estupro anteriormente.