Filmes

Artigo

Comic-Con 2013 | Painel Kick-Ass 2 e Riddick

Universal traz dois filmes para a convenção de San Diego - e Vin Diesel fala de Marvel ao final

Marcelo Hessel
19.07.2013
17h19
Atualizada em
29.06.2018
02h35
Atualizada em 29.06.2018 às 02h35

Para o seu painel na Comic-Con 2013, a Universal trouxe Kick-Ass 2 e Riddick a San Diego. Como ambos já têm trailers online, não havia muita novidade a apresentar aqui, mas os novos trailers estendidos mostrados na Comic-Con dão uma ideia melhor do que esperar dos filmes.

Quando Aaron Johnson entra no palco para a presentação de Kick-Ass 2, um clipe rápido mostra cenas do filme, e é possível ver mais sangue do que os trailers permitiam - o que talvez prometa uma continuação tão sangrenta quanto o original. Mais tarde, um trailer estendido é exibido sem o material mais pesado ("na medida do possível", diz o diretor Jeff Wadlow) para o público de várias idades aqui na Sala H, com os palavrões pela metade e muita porrada em relances rápidos. Entre tiros pelas costas (Hit-Girl agora faz com Kick-Ass o treinamento que fazia com seu pai) e membros cortados, o filme promete ter bastante sangueira e cenas de impacto.

Entre os momentos mais interessantes do trailer está a presença de John Leguizamo, interpretando Javier, o "Alfred malvado" que ajuda Motherfucker a montar sua liga do mal (cujos integrantes recebem seus codinomes do próprio ex-Red Mist). "Você acabou de me chamar de mordomo?", reclama Javier, e Motherfucker diz que pensava que comparar alguém com Alfred era um elogio. Outro relance mostra que a personagem de Lindy Booth terá um envolvimento amoroso com Kick-Ass - o que pode gerar um triângulo amoroso com Hit-Girl.

Chloe Moretz entrou ao vivo via satélite e falou sobre a lolita heroína. "Ela sabe que Marcus agora cuida dela, o que permite que ela se concentre no colegial, e ela percebe que Mindy e Hit-Girl não são pessoas diferentes. E quando Dave é o único amigo dela, e agora ele quer ser treinado por ela, isso os aproxima mais", diz Moretz. Já para Johnson, o filme é uma progressão natural, "mas meu personagen não mudou nada, o que é bom".

Perguntado sobre um eventual terceiro filme, Wadlow resume: "Ainda não começamos a discutir um terceiro filme porque esta não é uma continuação apenas, a gente coloca os personagens num moedor de carne desta vez".

Em seguida, Vin Diesel, Katee Sackhoff e o diretor de Riddick, David Twohy, apresentam seu filme. Assim como o painel de Kick-Ass, um clipe rápido é mostrado antes da entrada dos atotres, e descobrimos que: primeiro, a personagem de Sackhoff é capaz de surrar qualquer homem do seu grupo de caçadores de recompensa ("a minha arma é maior que as deles", brinca a atriz); e, segundo, veremos Riddick no filme não só exilado e abandonado à própria sorte, mas também como regente entre os Necromongers - o que realmente faz do filme uma continuação direta de As Crônicas de Riddick.

Já o trailer estendido que é mostrado depois, com foco na cena em que Riddick é preso pelos mercenários no meio da noite, sugere que o filme não é necessariamente um Rambo - Programado para Matar no espaço, com Riddick caçando os mercenários um a um no meio do "eclipse", mas algo diferente. O ponto de virada pode ser visto no primeiro trailer (quando um mercenário diz para eles soltarem Riddick para combater as criaturas do submundo) e neste mostrado na Comic-Con fica mais claro.

Segundo Diesel, a ideia é honrar a mitologia mostrada em Crônicas de Riddick e, ao mesmo tempo, se manter fiel às características do personagem mostradas em Eclipse Mortal. "É disso que nos orgulhamos neste filme", diz o ator.

O painel termina com uma pergunta do público sobre as reuniões de Diesel com o Marvel Studios. O ator obviamente diz que não pode revelar nada, mas entrega: "Esperem um anúncio oficial no final deste mês".

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.