Colunistas

Artigo

Jacidio, who? | Bruce Springsteen, o novo nome da EDM, e DJ Sasha fazendo milagres com a e-music

Confira as novidades do mundo da música eletrônica

Jacídio Junior
22.09.2017, às 18H40
ATUALIZADA EM 25.09.2017, ÀS 10H18
ATUALIZADA EM 25.09.2017, ÀS 10H18

Hallo, tudo bem com vocês? Mais uma semana cheia de coisas bacanas, eventos confirmados, sets pra ouvir e dicas. Se prepara que tá pesado e vem comigo!!

Bruce Springsteen está na EDM

Sim, um dos pilares do rock mundial, Bruce Springsteen está creditado como um dos compositores da nova faixa do DJ e produtor russo, Arty. “Supposed To Be” foi lançada no início de setembro e está diretamente ligada a vibe mais radiofônica do produtor eletrônico que começou sua carreira focado no trance (Arty, atualmente também trabalha com o projeto trance Alpha 9 e vem ao Brasil para o Ultra Rio). Vale lembrar que Springsteen, de 67 anos, parece ter feito sua entrada no segmento eletrônico de forma discreta, já que ninguém comentou sobre a parceria de forma oficial. Pra entender a importância de Springsteen na cena musical, basta saber que “The Boss” - na ativa desde 1964 - já ganhou 20 Grammy awards e vendeu mais de 120 milhões de discos. A parceria foi lançada pela gravadora de Martin Garrix, STMPD Records e você pode sentir o drama abaixo.

Sasha continua fazendo milagres sonoros e entrega uma experiência única no inédito reFracted: Live at the Barbican

Não dá pra negar que Sasha é um dos nomes mais importantes e incríveis da história da música eletrônica. Basta uma rápida pesquisa para descobrir que ele é um dos DJs/produtores mais premiados da história do gênero e está na ativa desde o final da década de 80. Um ícone do segmento que no próximo dia 25 de setembro lança reFracted: Live at the Barbican, show registrado em Londres, no qual revisita alguns de seus clássicos acompanhado por um excepcional time de músicos. Como diz o título do artigo da Noisey, “Sasha continua capaz de realizar milagres na Dance Music” e a gente pode ver isso acontecendo ao vivo, com o produtor galês entregando o sonho de praticamente qualquer amante da música, não só eletrônica. E claro, o apelo sonoro de Sasha fica ainda mais evidente ao transformar suas criações em algo orgânico, climático e amplo. Veja abaixo a apresentação da clássica “Xpander”. Fique ligado que o Blu-Ray do projeto já está em pré-venda por aqui. P.S.: Nós ainda vamos falar mais dessa entrevista em breve. :)

 

Você precisa ouvir: BlackGummy - EP. Monolith

BlackGummy é mais um produtor que integra o selo/gravadora de deadmau5, a mau5trap. E como de costume dentro da label, o norte-americano trabalha com uma sonoridade única e instigante que coloca em evidência graves pesados em conjunto com nuances que preenchem espaços de forma criativa. Sem dúvida, mais um tiro certeiro da mau5trap. Iman Marouf (seu nome real) é um daqueles achados no mercado da música eletrônica, justamente por entregar um som no qual você encontra referências de algumas das vertentes mais instigantes da e-music, pensadas com originalidade e, de certa forma, de maneira complexa. É uma daquelas apostas que instigam a gente a buscar coisas novas a todo momento graças a tradução de teorias complexas em ondas sonoras.

Em entrevista a YourEDM o produtor comenta que seu novo trabalho foi inspirado na busca pela interação humana com “três coisas muito importantes e que afetaram seu crescimento e desenvolvimento: Tecnologia, sua casa (Terra) e símbolos”. Monolith é o terceiro EP da série, sendo antecedido por Singularity e Impactor.

BlackGummy segue explicando que o trabalho com os símbolos é algo interessante para ele, por causa dos diversos estilos de música que produz. “Elas [músicas] - são um pouco semelhantes à essas grandes estátuas e figuras sinistras que um conjunto de culturas diferentes criou ao longo da história da Terra. Elas [estátuas] não falam (ao menos, eu não as vi falando), mas os seres humanos continuam vendo e dando valor a elas. Minhas músicas geralmente não têm letra, então, de certa forma, os ouvintes estão meio que fazendo a mesma coisa”. Depois dessa explicação, você realmente precisa ouvir esse EP. Sao só 4 faixas. Seja feliz, sério! (E você também pode ouvir os três trabalhos, em ordem, na playist linda do  Soundcloud). 


Uma das coisas que mais me deixam impressionado na música eletrônica é a beleza e a evolução melódica de algumas faixas. E, não posso negar que, o trio Above & Beyond domina esses quesitos ao levar suas músicas para lugares que, muitas vezes, você não imagina que seria possível. Os ingleses liberaram recentemente o single “My Own Hymn” com a voz incrível de Zoë Johnston e, como sempre, conduzem a gente por uma viagem incrível. A letra é maravilhosa, o clima… Coloca no repeat e depois dá uma olhada no que eles têm feito. Vale lembrar que Above & Beyond é uma das atrações do Ultra Rio em outubro e anunciou seu próximo disco de inéditas, Common Ground, para janeiro de 2018.

 

Outra novidade fresquinha, que saiu nesta sexta, é o single do DJ e produtor KhoMha. O colombiano, um dos nomes mais interessantes do trance, lançou “Other Side Of Me”, faixa vibrante e dançante (algo constante em sua produção) e que conta com a voz de Emma Chatt. Ouça essa maravilha abaixo.

 

Dica nacional da semana

Sabe quando você descobre um som que te faz mergulhar em sensações e possibilidades? Então, assim costumam ser os live sets do VAntônio. Paulistano, que eu pude ver algumas vezes e que sempre surpreende graças a uma sonoridade cadenciada capaz de conduzir a audiência por momentos cheios de refinamento e peso; se é que vocês me entendem. :) Vale ficar ligado na agenda dele e curtir seu som ao vivo. Coloca o fone e vai ser feliz.

Pra fechar a conta

Neste final de semana a coisa está pesada em São Paulo. Você pode curtir, já nesta sexta 22,  a LEEDS Colapso que tem no line-up só Adriatique (com long set de 04 horas) Eli Iwasa, Danny Daze e muita gente boa. Você precisa ir. Os detalhes estão aqui.  

Também no dia 22 a Kubik BH reúne dois dos principais nomes da e-music do Brasil em uma mesma noite. DJ Marky e Anderson Noise. É a chance de dançar com duas lendas botando pra quebrar. Eu confesso que não lembro qual foi a última vez que os dois estiveram tocando em um mesmo evento. Os detalhes estão aqui.  

Ainda no sábado, os núcleos Sonido Trópico + EKO se reúnem para uma festa Nos Trilhos. A festa é focada na sonoridade eletrônica com argumentos orgânicos e apresenta alguns dos nomes mais especiais do segmento como Spaniol, Cosmic & Damião, Exequiel, o incrível Nicolas Pera (falamos dele na coluna passada) e diversos outros DJs incríveis.Agora é escolher em qual ir. Os detalhes estão aqui.

E por hoje é só. Enjoy the weekend que tá bem pesado. Tem uma faixa bacana e quer que eu escute? Vai fazer um evento de música eletrônica? Manda pro jacidiowho@gmail.com, de repente aparece por aqui. Nos vemos em breve. Fui!!

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.