Laerte Coutinho na CCXP Worlds 21 (Reprodução)

Créditos da imagem: Laerte Coutinho na CCXP Worlds 21 (Reprodução)

CCXP

Notícia

“Tempos melhores virão”, diz Laerte durante homenagem na CCXP Worlds

Cartunista brasileira foi a grande homenageada do ano

Omelete
3 min de leitura
04.12.2021, às 16H14
ATUALIZADA EM 05.12.2021, ÀS 19H30
ATUALIZADA EM 05.12.2021, ÀS 19H30

Famosa por suas tirinhas nos grandes jornais do país além de assinar roteiros como Sai de Baixo, TV Colosso e TV Pirata, Laerte Coutinho é um dos maiores nomes da arte brasileira na atualidade — e grande homenageada da CCXP Worlds 21. Sempre ativa em muitas causas como a LGBTQIA+, ela usa sua arte para expressar o que sente.

Abrindo o primeiro dia de evento no painel do Artists’ Valley, Laerte conversou com Ivan Costa e Andreza Delgado, anfitriões do momento. “Eu fico muito emocionada com essa homenagem, ainda mais considerando os homenageados que me precederam”, disse, em referência a nomes como Fernanda Montenegro, Mauricio de Sousa e Neil Gaiman.

A artista falou um pouco sobre seu processo criativo e como nascem suas tirinhas. “Eu vou trabalhando por instinto”, diz. “Eu costumo gostar do trabalho que faço no momento, depois que eu não me apego, pelo contrário, é muito incômodo”.

“Eu leio, vejo filme, converso e isso tudo funciona como uma chuva de elementos. É comida para o cérebro. Com isso, eu deixo acontecer. Como eu faço isso há 50 anos, é meio instintivo. O que eu não sei mesmo é o que vai sair”, continuou.

Esse gosto por desenho é antigo, mas Laerte conta que demorou a entender que poderia viver da arte dela. “Quando eu era mais jovem pensava em fazer cinema, teatro, ou ser música. Eu gostava de desenhar, mas não imaginava que isso poderia ser uma profissão. Eu mesma demorei a entender o desenhar e criar histórias como uma coisa que pudesse ser meu meio de vida”, contou ela, no palco.

Laerte foi questionada também sobre a situação política do país, especialmente da cultura, ao que a artista se mostrou preocupada. “O que Bolsonaro está propondo é um horror, um pesadelo total. A gente conseguiu vencer a ditadura e instaurar um governo democrático, e eu me pego pensando como é frágil tudo isso. Estamos falando da história desse país, mas ao mesmo tempo estamos falando da possibilidade de mudanças muito radicais. O mínimo que estou é impressionada”, afirmou.

Participando virtualmente por conta da pandemia, ela concluiu a participação com vontade de retornar ao presencial: “gostaria de estar ao vivo, mas tempos melhores virão”.

CCXP WORLDS 21

O sábado (4) de CCXP Worlds 21 conta com painéis de Netflix, Crunchyroll, Paramount Pictures, HBO Max, Sony Pictures e muito mais. O domingo, segundo dia de evento, contará com anúncios de MSP, Amazon Prime Video e um painel de encerramento da Warner Bros que contará com o elenco de Matrix Resurrections

Todo o conteúdo revelado ficará disponível para fãs com credenciais Digital e Home Experience. Ainda é possível realizar o cadastro gratuito para a credencial Free ou adquirir o pacote Digital da CCXP Worlds 21. 

A CCXP Worlds 21pode ser acompanhada no site oficial da CCXP ou na Twitch.

Acompanhe a CCXP Worlds 21 no player abaixo:

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.