Better Call Saul

Créditos da imagem: AMC/Divulgação

Séries e TV

Notícia

Better Call Saul começa a amarrar pontas soltas em 3º episódio do 6º ano

Albuquerque da série prelúdio fica cada vez mais parecida com a vista em Breaking Bad

Omelete
4 min de leitura
Nico Garófalo
26.04.2022, às 13H16

[Spoilers de Better Call Saul - “Rock and Hard Place” à frente]

Desde o primeiro episódio de Better Call Saul, o público sabe que alguns dos personagens apresentados no prelúdio de Breaking Bad não chegariam ao fim da série. Em “Rock and Hard Place”, terceiro episódio da sexta e última temporada, acompanhamos a trágica despedida de um desses novos nomes apresentados por Vince Gilligan e companhia. Um adeus que, apesar de previsível, não é nem um pouco menos doloroso.

O novo capítulo começa como tantos outros da série: uma tomada longa e reflexiva do deserto, em que não se ouve nada além do vento. Esse silêncio quase absoluto é interrompido por um trovão, que é seguido pela chuva. Antes dos créditos iniciais, a água revela um caco de vidro, um presságio para o que acontecerá no restante do episódio.

Quando “Rock and Hard Place” começa de fato, reencontramos Nacho (Michael Mando), que foge dos Salamanca após o tiroteio no motel da semana passada. Com o carro quebrado, ele se vê obrigado a parar no meio do nada e aceitar seu destino. É então que ele encontra um barril de petróleo abandonado e decide se esconder dos gêmeos (Daniel e Luis Moncada) em seu interior, oculto pelo grosso óleo que ainda resta dentro da estrutura.

Depois de despistar os primos Salamanca, Nacho vaga a pé até encontrar uma oficina e usa a mangueira do local para se lavar. O mecânico e dono do estabelecimento se compadece com a situação do rapaz e lhe oferece sabão, uma toalha e um telefone para que ele possa ligar para o pai (Juan Carlos Cantu) e se despedir. Nacho, então, telefona para Mike (Jonathan Banks) e Gus (Giancarlo Esposito), com quem negocia uma falsa confissão para os Salamanca em troca de proteção para seu pai.

Depois de transportar Nacho de volta para os Estados Unidos, Gus decide que ele está “bonito demais” para ser levado aos Salamanca e faz Mike espancá-lo. O veterano concorda em machucar o rapaz, mas só depois de beber uma última rodada com ele. O dono do Los Pollos Hermanos, então, ensaia com Nacho o que ele deve contar a Hector (Mark Margolis).

Mike decide acompanhar, de longe, a execução de Nacho, como forma de garantir que ele não sairá vivo da situação. Os dois trocam um último olhar de despedida antes de Gus levar o rapaz para o ponto de encontro combinado com os Salamanca.

Lá, Nacho ouve de Juan Bolsa (Javier Grajeda) que existem “boas mortes e mortes ruins” e que ele pode ter uma boa morte ao entregar quem o pagou para ajudar no assassinato de Lalo (Tony Dalton). Nacho culpa Alvaréz, dizendo estar em sua folha de pagamento há anos, mas afirma que ajudaria a matar os Salamanca de graça e provoca Hector, dizendo que ele foi o responsável por prendê-lo a uma cadeira de rodas. Usando um caco de vidro - o mesmo da sequência de abertura - que escondeu, ele se livra das amarras em que se encontrava, rouba a arma de Bolsa e a aponta para a cabeça do traficante. Deixando claro que não permitirá que ninguém dite como ele irá morrer, Nacho opta por tirar a própria vida com um tiro na cabeça.

Com raiva, Hector pede que os gêmeos o aproximem do corpo de Nacho e, uma vez lá, ele usa seus movimentos limitados para encher o rapaz de tiros.

Jimmy x Saul

No núcleo engravatado de Better Call Saul, Jimmy (Bob Odenkirk) segue dividido com os planos de Kim (Rhea Seehorn) para destruir a carreira de Howard (Patrick Fabian). Embora hesitante, ele concorda com os próximos passos sugeridos pela esposa e convoca Huell (Lavell Crawford) para roubar e copiar as chaves do carro do ex-amigo.

Curioso com a situação, Huell pergunta a Jimmy por que ele e Kim, ambos advogados bem pagos e que conseguem dinheiro de forma limpa, estavam tentando destruir a vida de Howard. Confuso, o advogado diz que o ladrão não estava vendo o cenário completo e afirma que derrubar Hamlin beneficiará muitas pessoas.

Enquanto isso, Kim é confrontada pela promotora de justiça, Suzanne (Julie Pearl), sobre o envolvimento de Jimmy/Saul com Lalo Salamanca e o cartel mexicano e diz à advogada que a promotoria estaria disposta a negociar com Jimmy caso ele revele informações sobre os traficantes. Quando leva essa conversa para o marido, ele não consegue pensar numa resposta e pergunta à esposa “o que você faria?”. Sem hesitar, ela responde com outra importante pergunta: "você prefere ser amigo do cartel ou você quer ser um traidor?

Conteúdo Patrocinado

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.