Filmes

Notícia

Battleship - A Batalha dos Mares | Colegas de elenco elogiam atuação de Rihanna

Cantora faz sua estreia como atriz na adaptação do jogo Batalha Naval

Érico Borgo
04.05.2012, às 17H35
ATUALIZADA EM 29.06.2018, ÀS 02H33
ATUALIZADA EM 29.06.2018, ÀS 02H33

Taylor Kitsch, Alexander Skarsgard Brooklyn Decker estiveram ao lado do diretor Peter Berg em Cartagena, na Colômbia, para divulgar Battleship - A Batalha dos Mares (Battleship, 2012), adaptação do jogo de tabuleiro da Hasbro. A cantora Rihanna, que fez no filme sua estreia como atriz, não esteve nas entrevistas de divulgação, mas foi elogiada pelos colegas de elenco.

rihanna

None

rihanna

None

Para Kitsch, "ela fez um ótimo trabalho", e se aproveitou bastante da liberdade que o cineasta dá aos seus atores no set. Brooklyn, porém, foi quem tornou-se mais próxima da artista, já que divide com ela algumas semelhanças: "Nós duas tinhamos algumas inseguranças quando chegamos ao set. Eu porque só fiz um filme e tenho uma longa carreira como modelo. Ela, por ser uma artista famosa, mas sem qualquer experiência como atriz", lembra.

"Chegamos ambas ao set desejando, acima de tudo, aprender. Nós íamos juntas ao set observar mesmo quando não estávamos trabalhando. Estávamos muito nervosas, mas foi extremamente bem-vindo o fato de que nossas personagens em Battleship são desconstruções de nossas próprias personas públicas. No fundo somos mais 'molecas' que as figuras maquiadas que você vê em nossos trabalhos como modelo e cantora", comentou.

Para Peter Berg, a contratação e a estreia de Rihanna foram naturais e sem obstáculos. "Liguei para ela e ofereci uma reunião para conversarmos. Mas pedi que ela viesse vestida normalmente, sem salto alto, perucas, biquinis ou coisas assim. Ela veio de Jeans, chinelo e camiseta. Eu queria ver se ela tinha o espírito de uma atriz. Sabia que ela tem o de uma artista, mas queria ver se ela poderia explorar conosco outras coisas, ser alguém diferente. E no fundo, muito do processo de atuação é apenas relaxar e explorar. E ela foi fantástica! Quando nosso encontro acabou, ofereci imediatamente a ela o papel".

Berg, porém, comenta que ela o aceitou com uma condição: "que fosse tratada como eu trato qualquer outro ator. Sem bajulação ou mentiras. E ela correspondeu a isso estando lá todos os dias, do início ao fim das filmagens, sem estrelismo - ela não é a atriz principal, afinal - e adorou a experiência de fazer algo novo. No mundo dela ela é a chefe. Aqui ela veio humilde, como qualquer outro profissional, para ouvir e trabalhar".

Berg completa dizendo que ficou surpreso com a maneira como Rihanna ascendeu em dois anos - desde a primeira reunião, quando era famosa, mas ainda estava em um momento menos frenético, e agora. "Multidões se formaram para vê-la na première no Japão. É ótimo ver como ela tornou-se um fenômeno e melhor ainda ver que ainda está disposta a arriscar".

Battleship - A Batalha dos Mares estreia em 11 de maio no Brasil.

Leia mais sobre Battleship
Leia mais sobre Rihanna

 

Conteúdo Patrocinado

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.