Como acaba Ted Lasso? Podemos ter um spin-off?

Créditos da imagem: Divulgação

Séries e TV

Notícia

Como acaba Ted Lasso? Podemos ter um spin-off?

Série da Apple TV+ acabou nesta quarta-feira depois de três temporadas

Omelete
3 min de leitura
31.05.2023, às 10H36.
Atualizada em 31.08.2023, ÀS 12H04

(Esse texto contém spoilers sobre o final de Ted Lasso desde o começo. Siga à frente por sua conta e risco.)

“Nunca foi sobre mim”. É assim que Ted Lasso (Jason Sudeikis) comenta o livro que o jornalista Trent Crimm (James Lance) escreveu sobre a temporada mágica do AFC Richmond que assistimos no ano final da série. E essa frase diz muito sobre o que podemos ver daqui para frente com os personagens do clube de futebol mais querido do mundo (pelo menos na fantasia).

O episódio começa com a confirmação do que tinha ficado no ar no anterior: Ted havia decidido voltar para os EUA e para seu filho ao final do Campeonato Inglês, onde o time chegou à última rodada com chances reais de ser campeão.

Sem previsão de contar com treinador para a próxima temporada, Rebecca (Hannah Waddingham) vislumbra a possibilidade de vender o clube: completamente ou 49%, permanecendo no comando.

Dentro de campo, o jogo final é contra o West Ham, arquirrival da narrativa e de propriedade de Rupert Mannion (Anthony Head), ex-marido de Rebecca. Os Greyshounds levam 2 a 0 no primeiro tempo, mas acabam conseguindo a virada de maneira dramática no último lance do jogo. Porém, eles não são campeões porque o Manchester City também vence sua partida.

É a partir daí que os rumos dos personagens começam a ser definidos de forma em que se abre, sim, a possibilidade de um spin-off. O primeiro ponto claro: seria uma produção sem Ted Lasso. Rebecca até tenta demover o treinador de ir embora, mas ele volta mesmo para os EUA e vemos uma importante reaproximação dele com o filho.

Mas o futuro do AFC Richmond fica nas mãos de quatro personagens que podem comandar uma nova produção, contando - principalmente - a participação do clube na Champions League (principal torneio continental de clubes da Europa).

Rebecca desiste de vender o clube inteiro, fica com 51% das ações, segue à frente como presidente e vende as ações para os torcedores.

O coach Beard (Brendan Hunt), já no avião, desiste de ir para os Estados Unidos e fica na Inglaterra para se casar com Jane (Phoebe Walsh) e continua como um dos treinadores do Richmond.

Roy Kent (Brett Goldstein) é promovido a técnico principal do time, substituindo Lasso, e Nate (Nick Mohammed) completa sua jornada de redenção sendo reintegrado ao comando do time.

Tudo leva a crer que voltaremos a ver o AFC Richmond em campo novamente, agora com os quatro juntos e sem Lasso ao lado.

Ah, o livro de Trent se chamariam originalmente “The Lasso Way” (“O modo de Lasso”, em tradução livre), mas acabou sendo publicado como “The Richmond Way” (“O modo do Richmond”), um baita pista de que podemos ter o tão sonhado spin-off.

Abaixo, confira o nosso veredito sobre a terceira temporada:

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.