Séries e TV

Artigo

Ainda vale a pena começar a ver Naruto?

Discutimos como é assistir ao anime atualmente

A cozinha
01.04.2020
15h54
Atualizada em
01.04.2020
16h38
Atualizada em 01.04.2020 às 16h38

Naruto é um dos animes/mangás de maior sucesso depois dos anos 2000. Exibido entre 2002 e 2007, o anime mostra o treinamento de um grupo de ninjas e marcou época para muitos brasileiros, que acompanharam a história na TV aberta na hora do almoço. Mas como será começar a ver Naruto em 2020? No OmeleTV acima, Load fala sobre a experiência e afirma que a idade tem uma influência muito grande na experiência.

Voltar ao começo do anime também traz de volta algumas falhas. Enquanto as lutas são um dos maiores destaques, por apostar mais na parte física dos personagens, a jovem Sakura não tem muito destaque no início da história, mostrando sua força como ninja em poucas oportunidades. 

O grande ponto de virada do anime clássico é no exame Chunin, que explora mais o passado de cada personagem e entrega grandes lutas, como entre Rock Lee e Gaara.

O anime é dividido duas "eras": a primeira, com o protagonista ainda jovem, foi de outubro de 2002 a 2007. No mesmo ano, estreou Naruto Shippuden, que se inicia após um salto temporal de 2 anos e traz Naruto e seus colegas mais velhos e mais poderosos.

A história do ninja da Vila Oculta da Folha nos mangás se encerrou em 2014, mas o anime ainda ficou no ar por mais dois anos e meio graças aos fillers, episódios com histórias extras que não existem no material original. Durante toda a sua extensão, Naruto ficou muito conhecido (e também foi muito execrado) por esta prática, já que vários fãs ficaram decepcionados com a lentidão do avanço da trama.

Publicado de 1999 a 2014 no Japão, Naruto conta a história de um mundo povoado por ninjas no qual o protagonista homônimo tem dentro de si a temida e poderosa Fera de Nove Caudas, responsável pela destruição do local onde vive, a Vila Oculta da Folha, no passado.

No Brasil, ambas as séries de Naruto estão disponíveis na Netflix.