Mangá Act-Age

Créditos da imagem: Reprodução/Shueisha

HQ/Livros

Notícia

Mangá Act-Age tem vendas suspensas em vários países após prisão de roteirista

Editora Shueisha retirou Act-Age de todos os lugares possíveis de suas redes sociais.

Fábio Garcia
17.08.2020
14h55
Atualizada em
17.08.2020
15h13
Atualizada em 17.08.2020 às 15h13

Após a suspensão da publicação do mangá Act-Age devido à prisão do roteirista Matsuki Tatsuya, as editoras do mundo inteiro que publicavam o mangá se manifestaram e decidiram interromper de vez a publicação após o ocorrido.

A editora japonesa Shueisha realizou uma varredura para tirar qualquer referência de Act-Age nas páginas digitais da Shonen Jump. A protagonista do mangá chegou a ser retirada da imagem que ilustra o canal de YouTube da revista e todos os vídeos de Act-Age foram colocados no privado.

Mangá Act Age
Reprodução/Shueisha

Act-Age também foi retirado do site Manga Plus, que permitia ao público ocidental acompanhar gratuitamente os mangás da Shonen Jump simultaneamente com o Japão. A venda de volumes encadernados no Japão não ganhará mais reimpressões e o volume 13, que estava previsto para sair em breve, foi cancelado.

Fora do Japão, outras editoras ao redor do mundo também baniram o mangá. Todas as editoras europeias que haviam licenciado Act-Age cancelaram as publicações no momento que a notícia da prisão se tornou pública. A Viz Media, responsável pelo mangá nos EUA, anunciou hoje (17) seu cancelamento no país.

O roteirista do mangá Act-Age foi preso no último dia 8 após ter assediado sexualmente uma estudante colegial. Segundo informações divulgadas pela imprensa japonesa, era uma garota com idade entre 12 e 15 anos. O escritor teria tocado na garota de forma indevida e fugido de bicicleta, mas acabou sendo identificado por câmeras de segurança. O mesmo assédio havia sido registrado outras vezes, então Matsuki teria confessado o crime às autoridades.

Act-Age era publicado na Shonen Jump desde 2018 e contava a história de Kei Yonagi, uma adolescente com um talento incrível para atuar, mas sem conseguir domar essa habilidade. Ela passa a ser tutorada por um diretor de teatro que vislumbra lapidar esse dom latente.

Act-Age não é publicado no Brasil e nem havia sido anunciado até o momento.