Hunter x Hunter

Créditos da imagem: Hunter x Hunter/Animax/Reprodução

Mangás e Animes

Notícia

Autor de Hunter x Hunter, Yoshihiro Togashi revela final alternativo do mangá

Obra continua em hiato no Japão

Omelete
4 min de leitura
22.11.2023, às 13H05
ATUALIZADA EM 22.11.2023, ÀS 14H59
ATUALIZADA EM 22.11.2023, ÀS 14H59

Autor de Hunter x Hunter, Yoshihiro Togashi revelou o final alternativo idealizado por ele para encerrar história do mangá. De acordo com o mangaká, este seria o seu "Plano D" caso não consiga terminar a obra em vida.

Durante participação no programa japonês Iwakura and Yoshizumi, Togashi explicou que pensou em três finais diferentes para a história do caçador Gon Freecss. "Para o final, preparei três cenários: A, B e C. Considerando a reação proporcional dos leitores, variando de satisfação a insatisfação."

Segundo o autor, o Plano A seria uma forma de agradar pelo menos metade do público, o qual ele considera 50% satisfatório e 20% insatisfatório. O Plano B, na visão de Togashi, dividiria a opinião pública. Já o Plano C, que de acordo com o mangaká é o seu final favorito, teria cerca de 90% dos fãs insatisfeitos.

"Fundamentalmente, quero pensar ao máximo sobre um final, ao ponto de poder não escolher qualquer um dos três [mencionados acima] e criar o que acho mais agradável – que é meu ideal e objetivo", acrescentou.

Para evitar uma comocação maior com o final de Hunter x Hunter, Togashi preparou um Plano D. Como o autor enfrenta graves problemas de saúde que o impedem de dar continuidade à obra com frequência, ele disse que idealizou uma trama para ser o "encerramento canônico" do mangá. Confira abaixo:

"Para dar uma visão mais clara, vou compartilhar o cenário D, que ficou fora da lista de opções candidatas para o final [do mangá]. Se o destino me levar antes de terminar o mangá, considerem esta como a conclusão. Ficaria feliz se me perdoassem por isso:

Perto do lago, uma garota chamada Jin, que segura uma vara de pesca, mantém-se imóvel. De repente, a vara vibra violentamente, e Jin, alarmada, diz: ‘Peguei ele! Peguei o Senhor do Lago!’. Ela, habilmente, joga o Senhor do Lago por cima dos ombros e fica diante de uma mulher, falando: ‘Como prometi, eu peguei o Senhor do Lago, mãe!’. Jin se aproxima dela e declara, animada: ‘Você não deve me dizer de novo: você deve se tornar uma caçadora’.

A mulher, sem truques restantes, balança a cabeça. Jin, ainda com o Senhor do Lago nos ombros, se afasta. A mãe comenta com o marido que o sonho de Jin é nunca sair da ilha e herdar a casa deles. O pai concorda, rindo, e a mulher mostra insatisfação, dizendo: ‘Talvez a vontade dela mude no futuro. Mas gostaria de saber, você e Jin, por que são assim? Com certeza é por causa do sangue da vovó Mito e do vovô Noko’.

A mulher parece não saber que a vovó Mito e o vovô Noko não são parentes de sangue, e o homem sorri, sabiamente. A mulher, mostrando sua relutância como mãe, acrescenta: ‘Mas o vovô Gon era um famoso caçador…e essa garota, um dia, vai sair da ilha’.

Jin insiste: ‘Eu nunca vou embora!’. Apesar de não estar mais à vista, no coração da floresta, ela ouve a conversa dos pais e responde, desafiadora. O pai, entretido, diz: ‘Você tem um olho aguçado’.

A cena muda para a loja, que continua a funcionar desde os dias de Mito. O Senhor do Lago foi limpo e cortado, e as partes internas, descartadas. Jin pensa consigo mesma enquanto trabalha: ‘A mãe nunca entende. Quanto o vovô fala alegremente sobre as memórias dos tempos de caçador, vovó Noko sai, discretamente, do seu lugar. Toda vez que o vovô Gon confirma, a crença dela é ouvida por alguém’. Ela acerta a tábua de corte, com força, com a faca (‘Estou cansada disso!’). ‘Esperar o retorno de alguém depois de meses e anos de sofrimento parte meu coração…Eu faço alguém esperar por mim! Eu…’.Então, a porta se abre e uma voz calorosa ecoa. Uma criança gordinha entra, segurando uma planta.

A criança fala: ‘Eu peguei o Senhor do Lago de verdade!’. ‘Bem, vamos honrar a ilha inteira com isso!’, Jin responde, ‘Eu sempre…sempre quis estar com as pessoas que desejo estar. Juntos, sempre!’. A criança concorda: “Sim!”. As duas, com grandes sorrisos nos rostos, cozinham. Um pássaro se afasta da ilha, sobre uma cidade e as pessoas. O filho de uma delas, a filha de outra e a neta de uma terceira vivem em diferentes lugares, trocando sorrisos. Eles podem ser os filhos e netos daquele personagem. O pássaro voa na distância.

No fundo, uma figura assite a cena."

Veja a publicação na íntegra:

Hunter x Hunter começou a ser publicado em 1999, contando a história de um jovem que aspira se tornar um Caçador, como o seu pai desparecido. Na mitologia da saga, Caçadores são humanos licenciados para acessar locações e buscar tesouros inalcançáveis para as pessoas normais.

Dois animes de Hunter x Hunter foram produzidos — o primeiro de 1999 a 2001, e o segundo de 2011 a 2014. Esta versão mais recente está disponível para streaming no Brasil pelo Crunchyroll e Netflix.

*************

Faça parte da nossa comunidade: Temos bastidores no Canal do WhatsApp, entre no debate no Telegram e acompanhe a gente também no YouTube (youtube.com/omeleteve)

Ingressos à venda para a CCXP23, o maior festival de cultura pop do mundo. Compre agora!

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.