American Horror Story | Ryan Murphy revela seus episódios favoritos da série

Créditos da imagem: Divulgaçãp/FX

Séries e TV

Notícia

American Horror Story | Ryan Murphy revela seus episódios favoritos da série

Produção chegou à sua nona temporada em 2019

Gabriel Avila
23.10.2019
16h02

Co-criador da antologia de terror American Horror Story, o produtor Ryan Murphy revelou em entrevista à EW quais são seus favoritos em cada uma das nove temporadas do seriado, que chegou ao nono ano em 2019. Confira abaixo:

9- Roanoke - “Chapter Six”
Apesar de toda a polarização que Roanoke causou entre os fãs, Murphy revela que a adora, especialmente pela forma como mudou a dinâmica da série. Nesse quesito, o maior destaque está em Chapter Six. “Amo esse episódio porque mudou o formato. Foi de uma história sobre casa assombrada para um REALITY SHOW”. A temporada também revelou ao produtor que American Horror Story pode ir ainda mais longe, pois mostrou que as possibilidades para brincar com o formato da atração são diversos. “Provou para mim que nem toda temporada precisa ser um grande espetáculo”.

8- 1984 - “Red Dawn”
“Amo essa temporada, tem sido um verdadeiro experimento e um SACO de fazer”. Apesar de toda a dificuldade das filmagens noturnas e da insegurança de trabalhar com um elenco mais jovem que o comum, Murphy revela que estão se esforçando para homenagear aos filmes de horror dos anos 1980, especialmente por ser um assunto que o também co-criador Brad Falchuk é fissurado. O showrunner afirma que ama o poder feminino dessa temporada, destacando a performance de Billie Lourd: “Fui tão inspirado por sua performance que estou escrevendo uma minissérie só pra ela! Ultra secreto, mas será meu tributo para seu talento.”

7- Coven - “The Magical Delights of Stevie Nicks”
Murphy relembrou a importância que Stevie Nicks, cantora e compositora conhecida por sua carreira no Fleetwood Mac, tem para ele. A cantora, que “salvou sua vida durante a adolescência” por motivá-lo a seguir seus sonhos, se tornou uma parceira durante a produção de Glee. Apesar da proximidade com o produtor, Nicks ficou insegura ao ser convidada para participar de Coven, mas que sua presença - e execução da canção "Seven Wonders" no último episódio da temporada - apresentou sua banda a um novo público. “Fui a um show do Fleetwood Mac logo após a temporada ir ao ar, e muitas pessoas jovens estavam lá porque Stevie apareceu em AHS, e eles a amaram. Ela também. No palco ela começou a tocar Seven Wonders e logo antes de cantar disse que ‘essa é para o Ryan’. Eu chorei”.

6- Cult - “Great Again”
Cult é a temporada favorita de Ryan Murphy. A razão é a paixão com que a dupla trabalhou na história, que se inspirou fortemente nas eleições de 2016. “Nunca esquecerei o dia em que filmamos a cena em que Ally (Sarah Paulson) está assistindo as apurações e, então, Trump ganha e ela cai no chão horrorizada enquanto bebia vinho. Aquilo aconteceu comigo, então colocamos na série. Muitos membros da equipe estavam soluçando abertamente naquele dia, meses depois das eleições”. Murphy revelou também que a relação de antagonismo entre Paulson e Evan Peters é a sua favorita da produção.

5- Freak Show - “Monsters Among Us”
Em relação ao episódio de estreia do quarto ano, Murphy relembra a diversão nos bastidores, com destaque para diversos jantares que teve com Jessica Lange, Peters e Paulson em um período quente para o estado de Nova Orleans, onde filmaram a temporada. Apesar de detestar o calor e as picadas de insetos, o showrunner afirma que tudo parecia saído de um sonho: “os sets, os figurinos, os atores reunidos”.

4- Apocalypse - “Return to Murder House”
As grandes razões para amar “Return to Murder House”, o sexto episódio da oitava temporada, são as atrizes Sarah Paulson e Jessica Lange. Ryan Murphy relembrou a felicidade no set quando Lange fez seu grande retorno após deixar American Horror Story em na quarta temporada, e enalteceu o profissionalismo e a paixão de Paulson. “Sinto que Sarah realmente elevou esse trabalho, como sempre faz. Gosto de continuar a desafiá-la porque honestamente acredito que ela pode fazer qualquer coisa”.

3- Hotel - “Checking In”
“Amo esse episódio por várias razões e a maioria delas envolve [Lady] Gaga”. Murphy exaltou o trabalho da cantora, a quem define como alguém que “nasceu atriz”. Sua parte favorita do episódio é a cena que apresenta Condessa, a personagem de Gaga, e Donovan (Matt Bomer) ao som de “Tear You Apart", da banda She Wants Revenge.

2- Asylum - “The Name Game”
“The Name Game”, o oitavo episódio da segunda temporada, surgiu após uma brincadeira de Jessica Lange, que após a gravação de três episódios reclamou do tom sombrio e brutal dos episódios e perguntou se ela não poderia ter um número musical. “Ela disse como uma piada, mas a ideia se encaixava perfeitamente com o que havíamos planejado”. Murphy afirmou também que foi exaustivo gravá-lo, deixando Sarah Paulson e Evan Peters fatigados. No entanto, a empolgação de Lange contagiou a equipe: "nunca vi um ator tão feliz no set.”

1- Murder House - “Piloto”
Dentre os 100 episódios, o favorito do autor é o primeiro da série. Segundo Murphy, são muitos os motivos, mas o principal é o trabalho que ele e Falchuk tiveram desde a ideia inicial até o começo das filmagens. Contar uma nova história por temporada inicialmente assustou John Landgraf, o CEO do FX, mas em última instância os resultados deixaram a emissora satisfeita. “A primeira temporada meio que reinventou o espaço para a narrativa antológica que eu amava na infância e inaugurou um novo jeito de fazer televisão (criativa e economicamente) e estou muito orgulhoso disso”.

Ryan Murphy exaltou também a experiência de colaborar com o elenco, especialmente Connie Britton, Dylan McDermott e Jessica Lange. “Jessica foi meu ídolo enquanto crescia [...]. Foi um grande privilégio trabalhar com ela.”

1984, a nona temporada de American Horror Story, estreou no Brasil em 19 de setembro, e é exibida horas após a transmissão original nos Estados Unidos.