Sean Connery como James Bond; Daniel Craig como James Bond

Créditos da imagem: 007/Divulgação

Filmes

Lista

Daniel Craig relembra legado de Sean Connery como primeiro 007

Ator escocês morreu aos 90 anos

Natalia Engler
31.10.2020
11h14
Atualizada em
31.10.2020
14h26
Atualizada em 31.10.2020 às 14h26

Atual intérprete do agente James Bond no cinema, Daniel Craig homenageou Sean Connery, que morreu neste sábado (31), aos 90 anos. Craig relembrou o legado do ator como o primeiro 007 do cinema.

A morte de Connery foi confirmada pelo filho do ator à BCCJason Connery afirmou à rede britânica que seu pai, que não estava bem há algum tempo, morreu pacificamente, durante o sono, nas Bahamas.

Veja a reação da equipe e colegas da franquia 007 à perda de Sean Connery.

Craig escreveu em seu Instagram: "Sean Connery morreu aos 90 anos. Ele foi o primeiro ator a interpretar James Bond na telona em Dr. No, em 1962, e anunciou estas palavras inesquecíveis - 'o nome é Bond... James Bond'. Ele foi e deve ser sempre lembrado como o James Bond original. Descanse em paz".

Em uma nota divulgada pela revista Variety, o ator completou: "É com muita tristeza que soube da morte de um dos verdadeiramente grandes do cinema. Sir Sean Connery será lembrado como Bond e muito mais. Ele definiu uma era e um estilo. A sagacidade e o charmo que ele retratou na tela podiam ser medidos em mega watts; ele ajudou a criar o blockbuster moderno. Continuará a influenciar tanto atores quanto cineastas ainda por muitos anos. Meus pensamentos estão com sua família e entes amados. Onde quer que ele esteja, espero que haja um campo de golfe".

Craig interpreta Bond pela quinta vez em Sem Tempo para Morrer, que tinha estreia programada para 2020, mas foi adiado por conta da pandemia de Covid-19. A estreia está prevista para abril de 2021.

Além do ator, os produtores Michael G. Wilson e Barbara Broccoli, responsáveis pela franquia 007, também lamentaram a morte de Connery.

"Estamos arrasados com a notícia da morte de Sir Sean Connery. Ele foi e sempre será lembrado como o James Bond original, cuja inegável entrada para a história do cinema começou quando ele pronunciou aquelas palavras famosas - 'O nome é Bond... James Bond'. Ele revolucionou o mundo com seu retrato intrépido e espirituoso do sexy e carismático agente secreto. Ele é sem dúvida muito responsável pelo sucesso da franquia e seremos para sempre gratos a ele".

O perfil no Twitter do Pinewood Studios - estúdio britânico que é conhecido como a casa da franquia 007 - também se despediu do ator, dizendo: "Estamos extremamente entristecidos de ouvir sobre o falecimento do lendário Sir Sean Connery. Memórias deste ator incrível e seu inesquecível papel como o superespião James Bond serão, para sempre, comemoradas em Pinewood."

Quem também se despediu foi a cantora Shirley Bassey, responsável pelas aberturas de 007 Contra Goldfinger (1964), Os Diamantes São Eternos (1971) e 007 Contra o Foguete da Morte (1979).

No Twitter, ela disse: "Estou profundamente entristecida de ouvir do falecimento de Sean. Meus pêsames estão com sua família. Ele era uma pessoa maravilhosa, um verdadeiro cavalheiro, e sempre estaremos conectados por Bond. Quando éramos mais novos, eu costumava torcer para o time de futebol de Sean. Bom, eu sempre estarei lá para torcer por você, Sean! Para sempre nos nossos corações, e que você descanse em paz."

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.